Na tarde de terça-feira (24), Meghan e Harry voltaram a se juntar para mais um conjunto de compromissos na Cidade do Cabo. A Mesquita de Auwal foi visitada pelo casal.

A Mesquita Auwal, é uma mesquita no bairro de Bo-Kaap, na Cidade do Cabo, e é a primeira mesquita estabelecida no país. Foi construído em 1794 durante a primeira ocupação britânica do Cabo em terras pertencentes a Coridon van Ceylon , um Vryezwarten (escravo muçulmano negro libertado). A mesquita foi construída em 1794, com reformas realizadas em 1907 e extensas reformas realizadas em 1936. É a primeira mesquita a observar orações públicas e é onde foram ensinadas as tradições muçulmanas do cabo e a língua árabe-africâner. Continua sendo um símbolo para os muçulmanos do reconhecimento do Islã e da liberdade dos escravos em adorar.

A Duquesa trocou sua calça jeans por um vestido verde e um lenço de cor creme para a visita à mesquita. Meghan foi extremamente respeitosa, cobrindo seu corpo conforme as tradições da religião mulçumana.

Durante a visita, o Duque e a Duquesa conheceram o primeiro manuscrito do Alcorão na África do Sul, escrito por Tuan Guru. Em seguida eles conheceram membros de grupos religiosos e aprenderam sobre como é feito o trabalho inter-religioso que ajuda a promover o dialogo.

Como esperando, um post no instagram do casal foi feito para registrar a passagem de Harry e Meghan na Mesquita:

 

Ver essa foto no Instagram

 

More images from Heritage Day in Bo Kaap. As part of their visit, Their Royal Highnesses visited the Auwal Mosque – the first and oldest Mosque in South Africa. Standing as a symbol of the freedom of former slaves to worship, the Mosque hosts events with Muslim, Christian and Jewish young leaders, and encourages friendship and understanding between South Africa’s varied communities. The Duke and Duchess also got to view the first known manuscript of the Qu’ran in Africa, drafted by Tuan Guru from memory, whilst he was imprisoned on Robben Island. ••• Heritage Day celebrated the great diversity of cultures, beliefs and traditions that make up the rainbow nation. Bo Kaap streets filled with colour and music while Their Royal Highnesses were welcomed to one of the most vibrant neighbourhoods in Cape Town. The area has seen inter-community tension rise over the last few years, yet days like today show how faith, traditions, food and music bring people together, and celebrate the things that unite each and every one of us. #RoyalVisitSouthAfrica • Photo ©️ Shutterstock / PA images

Uma publicação compartilhada por The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) em

Como parte de sua visita, Suas Altezas Reais visitaram a Mesquita de Auwal – a primeira e mais antiga mesquita da África do Sul.

Permanecendo como um símbolo da liberdade de ex-escravos de adorar, a Mesquita organiza eventos com jovens líderes muçulmanos, cristãos e judeus e incentiva a amizade e o entendimento entre as diversas comunidades da África do Sul.

O Duque e a Duquesa também puderam ver o primeiro manuscrito conhecido do Alcorão na África, redigido por Tuan Guru de memória, enquanto estava preso na ilha Robben.

••

O Heritage Day celebrou a grande diversidade de culturas, crenças e tradições que compõem a nação do arco-íris.

As ruas Bo Kaap se enchem de cor e música, enquanto Suas Altezas Reais foram muito bem recebidos em um dos bairros mais vibrantes da Cidade do Cabo.

A área viu a tensão intercomunitária aumentar nos últimos anos, mas dias como hoje mostram como fé, tradições, comida e música unem as pessoas e celebram as coisas que unem todos e cada um de nós.

 

Em seguida eles partiram para outro compromisso ainda no Bo-Kaap.

1170689244.png 1170689244.png 1170689248.png 1170689273.png

1170721281.png 1170721433.png 1176804098.png 1170721285.png

1170765206.png 1170765212.png 1170765217.png 1170765207.png

A manhã de terça-feira começou com o casal viajando para Monwabisi Beach para enfim conhecer duas grandes e importantes instituições. A Waves For Change treina e apoia mentores de surf locais para fornecer serviços de saúde mental a jovens, enquanto a The Lunchbox Fund a poia crianças em estado vulneravel de pobreza, oferecendo refeição para as crianças em idade escolar que provavelmente passariam fome sem essa ajuda. The Lunchbox Fund foi uma das instituições que o casal indicou para que os fãs fizessem doações em prol do nascimento de Archie.

O casal se envolveu nas atividades do projeto Waves For Change durante a visita. Antes de iniciar as atividades eles receberam um briefing no complexo antes de se encontrar com mentores de surf e dar um passeio até a praia para participar de uma atividade em grupo. Meghan foi vista sorrindo abertamente. Eles se conectaram com as pessoas presentes naquele momento.

Em seguida o casal foi conhecer pessoalmente o trabalho do The Lunchbox Fund, apoia crianças vulneráveis ​​na África do Sul para obter a educação necessária para escapar de uma vida de pobreza, fornecendo uma refeição diária nutritiva para crianças em idade escolar.

Meghan e Harry conheceram o Dr. Thomas Maes, líder do Programa Commonwealth Litter, lançado em 2018. O programa trabalha para combater o desperdício em seis países da Commonwealth.

Meghan se vestiu casualmente, vestindo uma camisa branca de botão que lembra um item de sua coleção de cápsulas Smart Works , jeans Mother pretos e sua jaqueta jeans. Ela calçou sapatilhas de couro marrom e o anel turquesa no lugar do anel de noivado .

Na saída os Sussexes deram uma pequena entrevista com foco em saúde mental:

É apenas fazer com que as pessoas falem sobre isso e falarem umas com as outras direito. Você vê que não importa onde você esteja no mundo. Se você ‘ em uma pequena comunidade ou município, se você estiver em uma cidade grande, todo mundo está lidando com uma versão diferente da mesma coisa: globalmente, acho que há uma crise de consciência e, portanto, o fato de sermos capazes de ser aqui juntos e ver no terreno muito bom trabalho que está sendo feito apenas porque as pessoas estão dispostas a conversar entre si sobre isso, e alguém está disposto a ouvir é enorme. E isso pode se aplicar a estar aqui.

Uma postagem sobre estes compromissos foi feito no Instagram oficial do casal:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Day two of #SussexRoyalTour is underway, and The Duke and Duchess have joined young South Africans and @WavesForChange to focus on mental health and take part in ‘surf therapy’. • Hundreds of young people from Cape Town’s townships meet every week at Monwabisi beach to surf, but also share stories with mentors and talk through the daily challenges they face. Their Royal Highnesses were able to hear how the sessions are building trust, confidence, and belonging, and they also got to join in as children took part in ‘power hand’, which teaches them how to keep calm down reflect on strengths. While on the beach The Duke and Duchess met @TheLunchBoxFund – which was one of the charities they nominated to benefit from donations following the birth of their son, Archie. Almost 30,000 meals are provided by the charity every day across South Africa, including for three @WavesForChange projects. And before they left The Duke and Duchess joined the Commonwealth Litter Programme (CLiP) – which was teaching the surfers about the impact of plastic waste on the ocean. #RoyalVisitSouthAfrica • Photo ©️ photos EMPICS / PA images / SussexRoyal

Uma publicação compartilhada por The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) em

O segundo dia do #SussexRoyalTour está em andamento e o Duque e a Duquesa se juntaram aos jovens sul-africanos e ao @WavesForChange para se concentrar na saúde mental e participar da ‘terapia do surf’.

Centenas de jovens dos municípios da Cidade do Cabo se reúnem toda semana na praia de Monwabisi para surfar, mas também compartilham histórias com mentores e conversam sobre os desafios diários que enfrentam.

Suas Altezas Reais foram capazes de ouvir como as sessões estão construindo confiança, confiança e pertencimento, e também puderam participar quando as crianças participaram da ‘mão de poder’, o que as ensina a manter a calma e refletir sobre os pontos fortes.

Enquanto estavam na praia, o Duque e a Duquesa conheceram a @TheLunchBoxFund – que foi uma das instituições de caridade que eles nomearam para se beneficiar de doações após o nascimento de seu filho, Archie. Quase 30.000 refeições são oferecidas pela instituição de caridade todos os dias na África do Sul, incluindo três projetos do @WavesForChange.

E antes de partirem, o Duque e a Duquesa ingressaram no Commonwealth Litter Program (CLiP) – que ensinava os surfistas sobre o impacto do lixo plástico no oceano.

#RoyalVisitSouthAfrica

A Duquesa deu uma pausa para almoçar naquele momento antes de voltar aos compromissos do dia.

1170675986.png 1170675992.png 1170676142.png 1170676100.png

1176728995.png 1176729020.png 1176731140.png 1176733394.png

 

O District Six Museum foi fundado em 1994, como um memorial para o movimento forçado de 60.000 habitantes de várias raças no District Six durante o Apartheid na África do Sul na década de 1970. O museu se trata da historia viva do Apartheid, onde estão fotografias, objetos, materiais históricos, livros, etc., além de materiais audiovisuais sobre o período, sendo a maioria deles doações de ex-moradores do District Six. Já na chegada ao museu, o casal foi super bem recebido pelo publico. A multidão gritou bastante quando avistaram o Duque e a Duquesa. Harry recebeu um quadro de presente da artista Adrien Mallel.

Meghan disse que adorava. Ela disse ‘uau’. Ela me agradeceu muito. Ele perguntou se era um presente. Eu disse a eles ‘nós amamos o que vocês fazem. O trabalho que vocês fazem para os menos privilegiados é muito importante e vocês dão um exemplo maravilhoso. Ela me agradeceu.

Meghan foi recebida do lado de fora por uma fã muito animada quando chegou ao museu. Somaya Ebrahim, 81 anos, retirada à força do distrito com sua família durante a era do Apartheid. Eles foram recebidos na entrada do museu pela diretora Bonita Bennett, que conduziu a tour do casal pelas exposições do museu.

Depois de conhecer o museu e tudo que aconteceu naquele local pela perspectiva dos antigos moradores, o casal sentou-se para um lanche composto por koesisters que é semelhante a um donut. Após esse compromisso, o dia do casal foi encerrado com muito sucesso.

Quando a visita acabou, um post no Instagram do casal foi feito:

 

Ver essa foto no Instagram

 

The second half of Day one for #SussexRoyalTour brought Their Royal Highnesses to The District Six Museum and the Homecoming Centre who are re-building their local community in Cape Town. The Duke and Duchess had a first hand look and understanding of how much of this diverse community was destroyed, with people subjected to forced relocation during the apartheid era. At the Homecoming centre The Duke and Duchess were treated to food cooked by local women that showcased the wonderful variety of recipes – and the importance of cooking to bring communities together – a topic The Duchess feels strongly about (just like Together, the cookbook from the women of The Hubb Community Kitchen which The Duchess supported this time last year). • Their Royal Highnesses have had an amazing first day in South Africa and are incredibly grateful for the wonderful welcome they have received. Thank You! Stay tuned for more updates and behind the scenes moments on tour! #RoyalVisitSouthAfrica • Photo ©️ SussexRoyal / Omid Scobie / PA images

Uma publicação compartilhada por The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) em

A segunda parte do primeiro dia da #sussexroyalyour levou suas Altezas reais para o The District Six Museum and the Homecoming center que está reconstruindo sua comunidade na Cidade do Cabo.

O Duque e a Duquesa puderam entender em primeira mão o quanto dessa comunidade diversa foi destruída, com pessoas que foram realocadas a força na época do Apartheid.

No Homecoming center, o Duque e a Duquesa foram alimentados com pratos feitos por mulheres da comunidade que mostraram a maravilhosa variedade de receitas – e a importância de se cozinhar juntas, um assunto que é querido pela Duquesa (como o livro Together, das mulheres da Hubb Kitchen Community, que a duquesa apoiou nesse mesmo período ano passado).

As suas Altezas reais tiveram um ótimo primeiro dia na África do Sul e estão maravilhados com a recepção que receberam. Muito obrigado! Fiquem atentos para mais atualizações por trás das câmeras da turnê.

O impacto do duque e da duquesa na região refletiu no mundo, pois todos estão de olhos abertos no que está acontecendo por lá. Meghan  repetiu o vestido azul que usou ano passado na tour pelo Pacífico. O vestido tem duas fendas para as pernas e um cinto de tecido na cintura. Nos pés, ela usou alpargatas pretas, já usadas anteriormente.

1170459524.png 1170459436.png 1170487522.png 1170487559.png

1176600639.png 1176600688.png 1176600705.png 1176600641.png

No primeiro dia da tão aguardada turnê pela África e mesmo sem uma recepção oficial pudemos ver a família chegando para a viagem no Aeroporto Internacional da Cidade do Cabo.

Precisamos tirar um parêntese para dizer que o baby Archie está IDÊNTICO ao seu pai. Ellen Degeneres disse a agora temos a prova. Archie é um mini Harry completo, de cabelo ruivo e tudo mais. Antes de iniciar os compromissos do dia, Meghan e Harry se dirigiram a alguma casa do governo não revelada, onde eles e sua comitiva de 13 pessoas estão hospedados durante essa passagem pela Cidade do Cabo.

Já nos primeiros minutos da visita a Justice Desk pudemos perceber que o sucesso dessa viagem está além do que esperávamos. O casal esteve no distrito de Nyanga, na Cidade do Cabo, para uma visita a esta organização que dá a população local conhecimentos sobre os direitos das mulheres e crianças, através de treinamentos capacitores.

Uma cerimônia de boas-vindas foi organizada na Justice Desk para o casal. Um grupo de dançarinos locais recepcionou o Duque e a Duquesa e eles caíram na dança. Ambos pareciam muito felizes.

Meghan e Harry além de dançarem com os presentes, também fizeram questão de conhecer todas as pessoas possíveis que estavam no local. Eles foram recepcionados por um grupo de crianças e os Sussexes que não conseguem ver uma criança e não abraçar…

O Duque e a Duquesa de Sissex foram recepcionados pela líder da comunidade local Theodora Luthuli e pela fundadora da Justice Desk, Jessica Dewhurst. A organização de Jessica é apoiada pela Queen’s Commonwealth Trust, que tem Harry e Meghan como presidente e vice-presidente respectivamente.

Quando Meghan ainda não havia se juntado a Família Real, ela já tinha bastante interesse no feminismo. Para Meghan, empoderar mulheres é algo realmente importante. Assim como vemos Meghan apoiando as causas de Harry, o Duque se mostra interessado nas causas que sua esposa acredita, além de apoiar integralmente.

Os Sussexes foram apresentados ao programa “Mbokodo Girls”, que apoia jovens mulheres que soferam traumas graves.  O lema do projeto em português é “Quando você bate em uma mulher; você bate em uma pedra”.

Jessica Dewhurst apresentou ao Duque e Duquesa de Sussex o nome Xhosa da África do Sul para Archie – “Ntsika”, que significa pilar de força. O nome foi escolhido pelo Gogo do município (avó).

Também tivemos um discurso bastante importante e empoderador da Duquesa, como se pedia o momento.

Olá! É um privilégio conhecer todos vocês hoje e começar a nossa visita, é minha primeira vez na África do Sul aqui em Nyanga. Acabamos de apesar um tempo vendo todo o trabalho incrível que o Justice Desk faz e claro, todas vocês, mulheres maravilhosas e os homens que estão aqui ajudando. Mbokodo, você é incrível e o que você faz é tão poderoso! Porque vocês são todas poderosas. O trabalho feito aqui é de manter mulheres e crianças mais seguras, o que precisamos mais do que nunca. Esse é um problema que está na cabeça de todos aqui na África do Sul e claro, ao redor do mundo, particularmente no último mês.

Saibam que meu marido e eu estamos seguindo de perto o que vocês estão passando por aqui – da melhor forma que podemos de longe. Mas agora que nós estamos com vocês, estamos ansiosos para aprender e ver em primeira mão o trabalho vital que têm sido realizado. E tudo que têm sido feito criará uma grande mudança que vocês não só precisam, mas merecem.

Vocês nos receberam nessa comunidade, estão sendo abertos e honestos conosco sobre os perigos que as mulheres e crianças enfrentam e sobre como vocês tentam resolver. Os direitos das mulheres e garotas é algo que está no meu coração e é a causa que eu uso boa parte da minha vida trabalhando em prol porque eu sei que quando mulheres são empoderadas, a comunidade inteira floresce.

Então poder conhecer vocês, defendendo o que é certo na adversidade, eu as aplaudo. Estamos encorajados a ouvir os próximos passos do seu presidente em relação ao trabalho para prevenir violência de gênero por meio da educação e mudanças necessárias para reforçar os valores modernos da África do Sul. Eu preciso dizer que eu me sinto humilde na presença de todas vocês que permanecem firmes nos valores de respeito, dignidade e igualdade.

Eu li uma frases há algumas semanas e ela ficou comigo enquanto assistia o que acontecia aqui e o seu trabalho. Maya Angelou, a poeta lendária e ativista dos direitos civis uma vez falou ‘Toda vez que uma mulher se defende, sem saber e possivelmente sem fazer tal reinvidicação, ela defende todas as mulheres.’

Eu sei que não é fácil e eu sei que deve parecer insuperável às vezes, mas seu compromisso com o que é certo dá a todos esperança. Especialmente aos irmãos e irmãs aqui da comunidade que precisam que vocês continuem a brilhar sua luz. O seu compromisso é inspirador, é energizante e é extraordinário. Vocês devem continuar. Vocês precisam saber que o que fazem só importa, só é vital porque vocês são vitais.

E em nota pessoal, deixem eu dizer que apesar de estar aqui com o meu marido como membro da família real, eu quero que vocês saibam que estou aqui como mãe, esposa, mulher, mulher de cor e como sua irmã. Eu estou aqui com vocês e por vocês e eu agradeço muito por mostrarem ao meu marido e eu o espírito Ubuntu e eu estou ansiosa pelo nosso tempo juntos nos próximos dias.

Simplesmente emocionante!

O pequeno Archie recebeu de Jessica dois presentes que seus pais amaram. O Duque e a Duquesa receberam um moletom de capuz com Ntsika (seu nome sul-africano) estampado no mesmo. Junto com o moletom, eles receberam para Archie uma moldura escrita a mão também com o nome sul-africano do bebê e um pequeno rinoceronte que é uma pequena paixão do Príncipe Harry. Jessica Dewhurst disse após a visita:

Eles disseram que adoraram. Eles disseram muito obrigado. Ele queria colocar o capuz e eu disse ‘Harry é pequeno demais para você.’ Eles adoraram o fato de nossos presentes serem para Archie. Eles adoram o fato de o terem trazido aqui e mal podem esperar para ele conhecer o país.

Pode ter passado despercebido, mas o casal estava usando uma pulseira vermelha com a palavra Justice, que simboliza o apoio deles a organização.

No Instagram o casal fez um post sobre o primeiro compromisso do dia:

 

Ver essa foto no Instagram

 

👋🏻 South Africa 🇿🇦 • After months of planning, Their Royal Highnesses, The Duke and Duchess of Sussex arrived in South Africa today for their official Royal Tour of Southern Africa – focusing on community, grassroots leadership, women’s and girls’ rights, mental health, HIV/AIDS and the environment. Their first stop was to the incredible Justice Desk Project which works to make women and children safer in Nyanga. It’s an issue of vital importance in South Africa and across the globe, their Royal Highnesses wanted to learn first-hand about the issues people face and the work being done on the ground. One of the workshops Their Royal Highnesses saw was the Mbokodo project which provides self-defense classes and female empowerment workshops to young girls who are overcoming major traumas. This project’s powerful motto is “wathint’ abafazi wathint’ imbokodo” which means “you strike a woman; you strike a rock” • “And just on one personal note, may I just say that while I am here with my husband as a member of The Royal Family, I want you to know that for me I am here with you as a mother, as a wife, as a woman, as a woman of colour and as your sister.” – The Duchess of Sussex • @TheJusticeDesk Project is supported by the @Queens_Commonwealth_Trust and works with community leaders in Nyanga, with the firm belief that if you can change the mindset of a community, you can change the mindset of a country. #SussexRoyalTour #RoyalVisitSouthAfrica • Photo ©️PA images / SussexRoyal – video SussexRoyal

Uma publicação compartilhada por The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) em

Depois de meses de planejamento, suas Altezas Reais o Duque e a Duquesa de Sussex chegaram na África do Sul hoje na turnê oficial pelo Sul da África – focando em comunidades, líderes dela, direitos de mulheres e garotas, saúde mental, HIV/AIDS e o meio ambiente.

Sua primeira parada foi na incrível The Justice Desk, que trabalha para fazer mulheres e crianças mais seguros no Nyanga. É um problema de importância vital na África do Sul e no mundo. As Altezas reais queriam aprender de primeira mão os problemas enfrentados e o que tem sido feito.

Em um dos workshops, as Altezas reais viram o projeto Mbokodo que ensina defesa pessoal e empoderamento feminino para jovens garotas lidarem com grandes traumas emocionais. O mantra poderoso do projeto é “wathint’ abafazi wathint’ imbokodo” que significa “se você bate em uma mulher, bate em uma rocha”.

“Em uma nota pessoal, apesar de estar aqui com meu marido como membro da família real, quero que vocês saibam que estou aqui como mãe, esposa, mulher, mulher de cor e sua irmã.” – A Duquesa de Sussex.

O projeto Justice Desk é apoiado pelo Queen’s Commonwealth Trust e trabalha com os líderes comunitários do Nyanga, com a forte crença de que se você pode mudar o modo de pensar de uma comunidade, pode mudar o pensamento de um país.

Não se pode negar que eles começaram a turnê com o pé direito e o sucesso está sendo grande. Mais de 300 profissionais de imprensa estão cobrindo essa viagem e esperamos um grande retorno mundial para todo o trabalho feito pelo casal.

1170374323.png 1170377662.png 1176559424.png 1176562597.png

1170378491.png 1176562748.png 1176564059.png 1176562909.png

Nas vésperas do início da turnê pela África, o Duque e a Duquesa de Sussex chegaram ontem em Roma para o casamento de uma das grandes amigas da Duquesa, Misha Nonoo.

Meghan e Misha são amigas há alguns anos e recentemente Nonoo esteve envolvida no projeto Smart Set Collection, onde um guarda-roupa capsula foi montado e vendido em prol da Smart Works, instituição que a Duquesa é patrona desde janeiro.

Os Sussex não são os únicos membros da realeza presentes na cerimônia. As princesas Eugenie e Beatrice também estavam na lista dos convidados. O casal foi visto chegando com Jack Brooksbank que é marido da Princesa Eugenie e com Edoardo Mapelli Mozzi que é namorado da Princesa Beatrice de York.

A cerimônia de casamento que aconteceu no pôr do sol na Villa Aurelia, contou com uma lista de convidados famosos como Katy Perry, Orlando Blom, Karlie Kloss, Ivanka Trump, James Corden, Jared Kushner e outros.

Meghan foi vista usando um vestido preto de tule da marca Valentino. Seus cabelos estavam amarrados com um coque despojado e os brincos usados são em formato de asas.

j_281229.jpg j_281629.jpg j_281529.jpg j_281829.jpg

j_282229.jpg j_282429.jpg j_282729.jpg j_28129.jpg

Desde que tivemos a confirmação que a Duquesa de Sussex seria a editora convidada da Vogue Britânica do mês de setembro – o mais importante da moda – obtivemos informações sobre o mais novo projeto da Duquesa: Uma coleção cápsula para a patronagem de Meghan, a Smart Works.

Criada em setembro de 2013, a Smart Works existe para ajudar as mulheres desempregadas e vulneráveis ​​a longo prazo a recuperar a confiança de que precisam para ter sucesso em entrevistas de emprego, retornar ao emprego e transformar suas vidas. Meghan se tornou patrona da Smart Works em janeiro deste ano.

O dia já se iniciou com os preparativos a todo vapor para a organização final do evento, que ocorreu no terraço da loja John Lewis & Partners na Oxford Street.

Foi então que soubemos o nome oficial da coleção: The Smart Set Capsule Collection. Através do Sussex Royal, Meghan pode falar um pouco mais sobre a coleção antes de chegar no evento:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Last month, The Duchess of Sussex surprised Smart Works clients during the capsule collection shoot in west London…Today, The Duchess, alongside @SmartWorksCharity – in partnership with @InsideJigsaw, @JohnLewisandPartners, @MarksandSpencer and @MishaNonoo – are incredibly proud to reveal to everyone, #TheSmartSet – a five piece capsule collection that will equip the Smart Works clients with the classic wardrobe pieces to help them feel confident as they mobilise back into the work space. • “Since moving to the UK, it has been deeply important to me to meet with communities and organisations on the ground doing meaningful work and to try to do whatever I can to help them amplify their impact. It was just last September that we launched the ‘Together’ cookbook with the women of the Hubb Kitchen in Grenfell. Today, a year later, I am excited to celebrate the launch of another initiative of women supporting women, and communities working together for the greater good. Thank you to the four brands who came together in supporting Smart Works on this special project – placing purpose over profit and community over competition. In convening several companies rather than one, we’ve demonstrated how we can work collectively to empower each other – another layer to this communal success story, that I am so proud to be a part of” – The Duchess of Sussex The collection – which features a shirt, trousers, blazer, dress and tote bag – will be on sale for two weeks starting today, with the objective of selling enough units to give Smart Works the essentials they need to help dress clients for the coming year! For every item bought during the sale of the collection, one will be donated to Smart Works, this 1:1 model allows customers to directly support the Smart Works women by playing a part in their success story – how they look and more importantly, how they feel. Photo © @JennyZarins

Uma publicação compartilhada por The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) em

No mês passado, a Duquesa de Sussex surpreendeu as clientes da Smart Works durante o photoshoot para a coleção capsula em West London. Hoje, a Duquesa junto da Smart Works e em parceria com – @insidejigsaw, @johnlewisandpartners, @marksandspencer e @mishanonoo – estão orgulhosos em apresentar para todos a #SmartSet, uma coleção de 5 peças que vai equipar as clientes da Smart Works com peças clássicas para as ajudarem a serem mais confiantes enquanto se mobilizam para voltar ao mercado de trabalho.

“Desde que me mudei para o Reino Unido tem sido importante eu conhecer as organizações da comunidade que tem feito um trabalho significativo e fazer o que posso para amplificar o seu impacto. Foi em Setembro do ano passado que lançamos Together, o livro de receitas com as mulheres da Hubb Kitchen em Greenfell. Hoje, um ano depois, eu estou feliz em anunciar mais uma iniciativa de mulheres apoiando mulheres e comunidades trabalhando juntas para um bem maior.

Obrigada as quatro marcas que apoiaram a Smart Works nesse projeto especial – colocando o propósito no lugar do lucro e as comunidades no lugar da competição. Unindo várias marcas ao invés de só uma, mostrando como trabalhar juntos para nós empoderarmos – mais uma camada desse projeto de sucesso do qual tenho muito orgulho.” – Duquesa de Sussex

A coleção possui calças, blusas, vestido, blazer e uma bolsa estará a venda por duas semanas, começando hoje, com o objetivo de vender o suficiente para que as clientes da Smart Works tenham peças para o período de um ano.

A cada item da coleção comprado, um igual irá para a Smart Works, esse modelo 1:1 ajuda o consumidor a apoiar diretamente o sucesso das mulheres sendo parte de sua história – de como elas se vêem e mais importante, de como se sentem.

Meghan após várias visitas a Smart Works, após se tornar patrona, ouviu dos clientes da instituição e eles relataram para a Duquesa que queriam se sentir confortáveis e confiantes. Meghan que doou itens de seu guarda-roupa pessoal para a Smart Works, percebeu segundo a Harpersbazaar.com que mesmo que as doações nunca cessassem, as mesmas não abrangiam todas as pessoas beneficiadas pela caridade.

Após consultar a caridade sobre as necessidades que ela observou, a Duquesa entrou em contato diretamente com cada um dos chefes das marcas envolvidas.

Ela trouxe à vida imediatamente. Depois de consultar a Smart Works sobre suas necessidades, ela contatou diretamente os chefes de cada uma das marcas – ligações frias!

Meghan lançou oficialmente a Smart Set Capsule Collection, um guarda-roupa de cápsula produzido em parceria com John Lewis & Partners , Marks & Spencer , Jigsaw e a designer Misha Nonoo. A coleção de cinco peças, que foi apresentada hoje em um evento em Londres, reúne itens essenciais de vestuário de trabalho, onde o item mais barato custa £19.50 e o mais caro £200.

Ela queria que o básico de uma coleção cápsula estivesse sempre disponível. Peças que eram mais combinadas e compatíveis, em vez de apenas uma roupa nova.

A Smart Set Capsule Collection consiste em itens essenciais, muitas vezes necessário para participar de entrevistas e entrar no local de trabalho: uma camisa branca perfeita, um blazer elegante, calça bem cortada, um vestido de todos os tamanhos e a bolsa perfeita.

Para cada item comprado durante a venda da coleção, que durará pelo menos duas semanas, um será doado a Smart Works. Esse modelo direto 1:1 significa que, para cada item comprado por um cliente, outro será dado para ajudar uma mulher que está se inserindo novamente no mercado de trabalho.

No comunicado da Smart Works lançado para a imprensa, a Duquesa de Sussex disse sobre a coleção:

Desde que me mudei para o Reino Unido, tem sido muito importante para mim me encontrar com comunidades e organizações locais que fazem um ótimo trabalho e tentar fazer o que eu puder para ajudá-las a ampliar seu impacto. Apenas em setembro passado lançamos o livro de receitas ‘Together’ com as mulheres do Hubb Community Kitchen em Grenfell. Hoje, um ano depois, estou animada para comemorar o lançamento de outra iniciativa de mulheres apoiando outras mulheres, e comunidades se juntando para fazer o bem.

Quando você compra qualquer item da coleção Smart Set Capsule Collection para o Smart Works, o mesmo item será concedido a um cliente do Smart Works e, com ele, a confiança e o suporte necessários para entrar na força de trabalho e dar um passo importante na construção de uma carreira. Obrigado às quatro marcas que se uniram para apoiar o Smart Works nesse projeto especial – colocando o objetivo acima do lucro e a comunidade sobre a competição. Ao convocar várias empresas em vez de uma, demonstramos como podemos trabalhar coletivamente para nos fortalecer – outra camada dessa história de sucesso da comunidade, da qual tenho tanto orgulho de fazer parte.

Meghan chegou no evento usando a camisa branca e a calça da coleção, das marcas Misha Nonoo e Jigsaw respectivamente. Os assesorios da Duquesa chanaram atenção. Fazendo uma homenagem singela a sua falecida sogra, Diana, Princesa de Gales. Meghan usou novamente os brincos de borboleta e bracelete.

Em um discurso relatado como emocionante, Meghan disse:

Olá a todos. Muito obrigado por estar aqui hoje. É muito emocionante, e parece bonito, e desculpe se você estava esperando um pouco de sol, mas é um clima substituto bastante agradável. Por isso, pensei que seria útil para você entender como acabamos aqui hoje e por que essa coleção era tão importante para conceber com base nas visitas e no que eu estava vendo quando estava no Smart Works. E talvez teremos que voltar um pouco… quando me mudei para o Reino Unido, foi incrivelmente importante para mim pessoalmente poder me conectar com as pessoas locais, fazendo um trabalho realmente importante e um dos lugares em que fui muito no início foi a Smart Works.

Agora, engraçado o suficiente e puramente por coincidência, foi há apenas um ano, ao mesmo tempo em que eu estava trabalhando em um projeto em Grenfell, porque mulheres em um centro comunitário chamado Al-Manaar e foi quando montamos o livro de receitas Together. Então, embora isso seja um ano depois, e obviamente isso seja moda, não comida, em sua essência, esses são projetos muito parecidos porque são sobre mulheres se empoderando, eu sendo capaz de ter essa oportunidade de conhecê-las, conhecê-las, aprender com elas e dizer: o que posso fazer de uma maneira pequena? Como posso tentar ajudar a amplificar isso? Como podemos tornar isso ainda melhor, maior e mais impactante para as mulheres que você está tentando ajudar?

Então, em minhas visitas a Smart Works, uma das vezes em que fui, percebi que havia um pouco de desafio em termos de estilo para as mulheres porque temos muitas doações, mas não necessariamente as coisas que as mulheres precisavam ter. Então, tudo bem, vamos tentar trabalhar com o que temos e tentar tirar o melhor proveito disso. E da próxima vez que fui, você se lembrará disso, havia um rack de cerca de 40 ou 50 blazers de cor lilás. Agora, não me entenda mal, é um blazer maravilhoso, e tenho certeza que para alguém, é exatamente o que ela quer usar. Mas para a maioria das mulheres, quando você entra lá e quer ter uma entrevista de emprego, e quer se sentir muito bem, e quer se sentir confiante, quer usar as peças de roupa que fazem você se sentir dessa maneira e não as sobras que não venderam a partir do final da temporada. E eu fiquei pensando nisso quando voltei para casa, eu disse: “Temos que fazer algo para mudar isso”.

E grande parte disso está em tentar transformar a ideia de caridade em comunidade. E a maneira como fazemos isso, eu acho, é quando as pessoas entram no nosso armário como mulher e você diz: “Eu vou fazer uma doação”, você não passa pelo armário e apenas joga em uma caixa com o que você não se importa mais. Isso é caridade, como a conhecemos hoje. A comunidade está vasculhando seu armário e dizendo: “Este é o blazer que usei quando preguei minha primeira entrevista de emprego e consegui o emprego dos meus sonhos. E não preciso mais disso porque estou onde quero estar. Mas se eu sou capaz de compartilhar esse blazer e fazer parte da história de sucesso de outra mulher, então isso é comunidade “. E então, quando pensei nisso naquele espaço pessoal, eu disse, em um nível maior, o que podemos fazer com as marcas? E que empresas poderiam nos ajudar a reunir e reunir-se para realmente criar uma coleção para as mulheres da Smart Works que poderia ser as peças necessárias para sentir confiança entrando nessas salas?

É assim que pensamos na coleção de cápsulas do Smart Works. A primeira designer em que pensei imediatamente foi uma grande amiga minha, Misha Nonoo, que passou muito tempo com o desenvolvimento do ethos de sua marca, ajudando o empoderamento das mulheres, mas também especificamente revestindo os armários. Temos peças-chave e podemos misturar, combinar e realmente maximizar o que você tem, todos sabemos que, no seu armário, certo? Você tem certas peças que você pode tirar de quatro peças de roupa e de repente você tem 10 roupas. Então isso foi realmente importante.

Separadamente, pensei que, se isso for clássico e essencial, quais são as marcas britânicas tradicionais e por excelência que eu me apresentei uma vez que me mudei para cá, isso me ressoou e sabia que ressoaria com um cliente do Smart Works e isso parecia óbvio fazer M&S e John Lewis, que eu uso bastante nos últimos dois anos desde que estou aqui. E eles felizmente disseram que sim, assim como Misha. E a última empresa que eu queria fazer parte desse projeto foi a Jigsaw.

Então, muito obrigado por isso. Como vimos isso evoluir, acho que o que tem sido realmente incrível é saber que essas mulheres agora serão equipadas em um projeto que durará apenas algumas semanas, mas nos dará unidades suficientes para que as mulheres na Smart Works tenham esses itens essenciais por um ano. E isso, por si só, ser capaz de ter um projeto pequeno que tenha um impacto tão grande é algo com o qual estou realmente conectada.

Esse é o tipo de trabalho que venho realizando há muito tempo, e poder fazê-lo aqui em minha nova casa no Reino Unido significa um pouco para mim. É também a mesma linha de trabalho que meu marido e eu continuaremos realizando: projetos muito fortes e baseados na comunidade. E é algo que estaremos entusiasmados por poder compartilhar mais sobre o próximo ano, quando lançarmos nossa fundação, Sussex Royal, em 2020.

Acho que, no final das contas, quero agradecer a todos por poderem estar aqui, fazer parte dessa história de sucesso para essas mulheres. Eu acho que é realmente importante nos dias de hoje lembrar que não são apenas as pessoas que você sabe que estão apoiando. É sobre as pessoas que você não conhece, que talvez nunca conheça, que nunca conheceu. Como mulher, penso que é 100% nossa responsabilidade apoiar e elevar uma a outra; defender uma as outras, como pretendemos ter sucesso, não nos prepararmos para o fracasso, mas sim para realmente estarmos reunidos e dizermos: “Quero ajudá-la”.

E você talvez nunca conheça essa pessoa, mas saberá quando vestir aquele blazer ou a camisa ou levar a bolsa ou vestir a calça ou o vestido, que outra mulher do outro lado deste país está usando essa peça porque você fez a compra. E é por isso que o modelo 1:1 que eu achei, era tão incrivelmente importante e é por isso que estou realmente emocionada que todos concordaram em fazer esse modelo de negócios dessa maneira.

Uma coisa rápida que eu descobri quando estávamos no carro a caminho daqui foi que as bolsas já estavam esgotadas online. [risos] Isso é ótimo. E minha esperança é que qualquer uma das marcas, se você tiver esse nível de sucesso que está vendo desde o início, espero ampliar o que você já foi tão generoso ao fazer com sua contribuição e estendê-la por apenas um pouco mais para que todos possam participar dessa história de sucesso compartilhada. Então, obrigado a todos, eu realmente aprecio isso.

Este discurso da Duquesa de Sussex durou quase 07 minutos e em nenhum momento Meghan usou algum papel para auxiliá-la. Ela esteve na plateia assistindo o painel de discursão e em seguida conheceu clientes e representantes da Smart Works, assim como teve conversas com representantes das marcas parceiras e pessoas envolvidas na moda que foram convidadas para o evento.

No fim do evento, foi feito uma nova postagem no Sussex Royal ainda sobre o compromisso de hoje:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Introducing the new Smart Works collection, #TheSmartSet Over the last year, The Duchess of Sussex and @SmartWorksCharity have come together to launch a very special initiative. Following numerous visits to the charity, The Duchess, who is patron of Smart Works, noticed an underlying issue… while the donations were plentiful, the right sizes and classic wardrobe staples were not always available. Since then – having partnered with leading British fashion designers @InsideJigsaw, @JohnLewisandPartners, @MarksandSpencer and @MishaNonoo – The Duchess has championed the launch of a new Smart Works capsule collection that will help properly equip these women for their next chapter. • “When you buy any item in the Smart Set Capsule Collection for Smart Works, the same item will be given to a Smart Works client, and with it, the confidence and support she needs to enter the workforce and take an important step in building a career.” – The Duchess of Sussex Created in September 2013 with the goal to help unemployed women regain the confidence that may have been blurred during more difficult times, Smart Works provides invaluable support in these women’s return to employment and towards transforming their lives. Not only do they supply complete outfits for job interviews, Smart Works provides access to one-to-one interview training and the opportunity to join Smart Works Network, meeting every month to further their professional and personal development. #TheSmartSet collection – that features a shirt, trousers, blazer, dress and bag – will be on sale for two weeks starting today. Please support the women of Smart Works by purchasing one of the pieces and being part of another woman’s success story. Video ©️ SussexRoyal / Photo ©️ @JennyZarins

Uma publicação compartilhada por The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) em

Apresentando a coleção da Smart Works, #TheSmartSet.

No último ano, a Duquesa de Sussex se juntou a Smart Works para lançar uma iniciativa muito especial. Depois de várias visitas a caridade, a Duquesa que é patrona, percebeu um problema sutil. Apesar de muitas doações, as roupas não tinham os tamanhos certos e as peças clássicas não estavam sempre disponíveis.

Desde então, em parceria com marcas britânicas de excelência – a Duquesa conquistou o lançamento de uma coleção capsula que vai ajudar a equipar apropriadamente essas mulheres para seu próximo capítulo.

“Quando você compra um item da coleção da Smart Works, uma peça igual vai para a clientela deles e com isso, a confiança e o apoio que elas precisam para entrar no mercado de trabalho e dar esse importante passo na construção de uma carreira.” – Duquesa de Sussex

Criada em 2013 com o intuito de ajudar mulheres desempregadas a reconquistar a confiança que foi perdida em tempos difíceis da vida, a Smart Works entrega apoio que não tem preço para essas mulheres voltarem a trabalhar para transformarem suas vidas. Além de roupas completas para entrevistas de emprego, a Smart Works oferece treinamento individual para as entrevistas e oferecendo a oportunidade de se juntarem a Smart Works Network, se encontrando mensalmente para desenvolvimento profissional e pessoal.

A coleção #TheSmartSet – que possui calça, blusa, vestido, blazer, bolsas – estará a venda por duas semanas, começando hoje. Por favor, apoie as mulheres da Smart Works comprando um item e participando do sucesso de suas histórias.

Estamos extremamente orgulhosas desse trabalho feito pela Meghan com a Smart Works juntamente com as marcas parceiras. Segundo jornalistas presentes, Meghan usará algumas das peças na turnê que se inicia no dia 23 de setembro. As peças estão praticamente esgotadas nesse exato momento. Caso você compra alguma delas, conte para a gente sua experiência.

Fotos em HQ em nossa galeria:

Foi relatado que na sexta-feira (06) a Duquesa de Sussex estava viajando para Nova York para assistir a final feminina de tênis do US Open onde sua amiga Serena Williams jogaria contra a canadense Bianca Andreescu. Na amanhã se sábado, obtivemos a informação de que Meghan participou de uma aula de yoga na sexta-feira ao lado de uma amiga. A Duquesa esteve em estúdio ecológico, no bairro de West Village, em Nova York.

Desde que despontou para a mídia, Meghan é conhecida por apoiar incondicionalmente seus amigos. Markle é amiga de Serena Williams desde 2014 e desde então, a Duquesa está sempre apoiando sua amiga tenista em todas as oportunidades possíveis.

E foi isso que aconteceu neste ultimo sábado (07) em Nova York. O The Times revelou que a Duquesa de Sussex decidiu fazer essa viagem de ultima hora para assistir sua amiga na final do US Open. Segundo o site, relatou que Meghan estava “empolgada por apoiar sua amiga”.

Meghan se sentou no box da tenista ao lado da família de sua amiga e outros amigos próximos. A Duquesa assistiu a partida ao lado de Alexis Ohanian, marido de Serena, da irmã e da mãe de Serena, Venus Williams e Oracene Price e de Anna Wintour editora-chefe da revista Vogue norte-americana.

A Duquesa de Sussex usou um vestido jeans midi J.Crew147€ (R$666) e um casaco cinza da mesma marca 235€ (R$1064).

Quando se sentou no box de Serena, as pessoas voltaram sua atenção para Meghan e ela se mostrou bastante simpática a todos a sua volta, aparecendo no telão do jogo em uma ocasião. Esta foi a primeira viagem da Duquesa sem seu filho Archie. Serena Williams perdeu o jogo e Bianca Andreescu se consagrou campeã no US Open.

 

 

 

 

 

Na manhã de hoje obtivemos detalhes da Royal Tour pela África que começará daqui duas semanas. Através de comunicado oficial e de uma postagem no instagram, o Duque e a Duquesa enfim revelaram os assuntos que eles abortarão na viagem.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Today, we are excited to be able to announce details for the Duke and Duchess of Sussex’s upcoming tour to Africa! 🇿🇦🇧🇼🇦🇴🇲🇼 • In just two weeks, Their Royal Highnesses will embark on this official tour focusing on community, grassroots leadership, women’s and girls’ rights, mental health, HIV/AIDS and the environment. This programme has been many months in the making, and The Duke and Duchess are eager to focus their energies on the great work being done in Southern Africa. From meeting with Archbishop Desmond Tutu to joining ‘Waves for Change’ on Monwabisi Beach, the South Africa programme will be educational and inspiring. The Duke is especially proud to continue the legacy left by his mother with her work in Angola as he joins Halo Trust again in an effort to rid the world of landmines. HRH will also travel to Malawi where he will check in on the British Army’s partnership with African Parks and will be working on the ground supporting local communities. The Duke is particularly proud to be able to deliver an exciting new initiative, a Queen’s Commonwealth Canopy three-country partnership which he designed and consulted with Governments in Namibia, Botswana and Angola to protect forest and wildlife corridors around the Okavango Delta. The Duchess will be working with local organisations to promote women and girls’ health and education, entrepreneurship and leadership. With such a textured culture and history, Their Royal Highnesses are grateful for the opportunity to connect with those on the ground in Southern Africa and to be inspired by the work being done and learn how they can be better supported. As President and Vice President of The Queens Commonwealth Trust and The Duke’s role as Commonwealth Youth Ambassador, The Duke and Duchess cannot wait to meet with young leaders mobilising change and adding to the beauty of these Commonwealth countries 🇿🇦🇧🇼🇦🇴🇲🇼 • “We look forward to seeing you soon!” • Photo ©️ PA images / Tim Graham – Getty Images / @Sentebale /@AfricanParksNetwork / @YouthAlert

Uma publicação compartilhada por The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) em

O foco do casal nessa turnê será a comunidade, liderança popular, direito das mulheres e das crianças, saúde mental, HIV/AIDS e meio ambiente. Eles revelaram que o cronograma está sendo feito há meses e que devido a influência do arcebispo Desmond Tutu, o foco dos assuntos será educacional e inspirador.

Os países visitados serão África do Sul, Malawi, Angola e Botswana. O casal levará o filho Archie na viagem e segundo fontes, eles estudam incluir o pequeno bebê em algum compromisso. A turnê pela África terá início no dia 23 de setembro e acabará dia 02 de outubro. Meghan ficará na África do Sul com Archie onde ela terá compromissos com Harry assim como compromissos solo. Harry seguirá sozinho por compromissos no Malawi, Angola e Botswana.

Nosso grande objetivo é trazer visibilidade ao trabalho feito por Meghan e Harry e assumimos o compromisso de nesta turnê cobrir todo o trabalho solo do Duque em nossas redes sociais, fazendo ao dela, uma postagem completa aqui no site com todas as informações desses compromissos. Na Angola, Harry se juntará a Halo Trust. Este trabalho foi feito anteriormente por sua mãe, Diana, Princesa de Gales.

A Halo Trust é uma organização sem fins lucrativos e especializadas na limpeza de escombros de guerras, tais como minas terrestres e armamentos que não explodiram, em zonas de guerra pós-conflito. Diana trabalhou em 1997 na Halo Trust e Harry esteve neste mesmo trabalho pela primeira vez em 2013.

Já no Malawi, o Duque em parceria com o Exército Britânico e com Parques Africanos trabalhará para dar apoio a comunidades locais. Será implantava uma nova iniciativa com parceria da Queen da Commonwealth Canopy com Botswana, Angola e Namíbia para proteger as florestas e animais selvagens ao redor do Delta do Okavango.

Meghan ficará fixa na África do Sul, onde colocará em práticas projetos que ela vem desenvolvendo ao longo de todo o planejamento dessa viagem. A Duquesa está trabalhando com organizações locais para desenvolver projetos que giram em torno de mulheres e meninas. Saúde, educação, empreendedorismo e liderança são os temas que Meghan abordará. Meghan também terá compromissos privados na Cidade do Cabo e Joanesburgo.

Meghan é patrona da Associação das Universidades da Commonwealth, a The ACU, e já temos a confirmação de que ela participará de uma mesa com membros da Universidade que será presidido por Joanna Newman.

Não podemos esquecer que Harry é embaixador da juventude na Commonwealth e que o casal são presidente e vice-presidente do The Queen’s Commonwealth Trust. A viagem servirá para aumentar a conscientização sobre as parcerias positivas com o Reino Unido, antes da Cúpula de Investimento entre África e Reino Unido no próximo ano, segundo um comunicado enviado para a imprensa. Meghan e Harry visitarão projetos que incentivam emprego, educação, saúde e outros mais.

O Duque e a Duquesa não terão uma chegada oficial, ou seja, não haverá uma cerimônia para receber a família no começo da turnê. O mesmo aconteceu na turnê de outono no ano passado. Tivemos fotos da chegada de Meghan e Harry, mas fotos feitas por paparazzi. O mesmo deverá acontecer este ano.

Enfim, conheçam então a programação do Duque e da Duquesa de Sussex na turnê pela África:

23 de Setembro – Segunda-feira

A turnê se inicia na Cidade do Cabo. Meghan e Harry assistirão em um distrito da cidade um workshop que ensina crianças sobre seus direitos, autoconsciência e segurança e que oferece aulas de autodefesa e treinamento de empoderamento feminino para meninas da comunidade. A tarde, eles visitarão o District Six Museum, onde conhecerão membros da comunidade que se estabeleceram naquele local devido ao Apartheid. O Duque e a Duquesa em seguida participarão de uma atividade de culinária comunitária com ex moradores do Distrito Seis no Homecoming Center.

24 de Setembro – Terça-feira

Na manhã seguinte o casal viajará para Monwabisi Beach onde conhecerão o trabalho da ONG Waves For Change que treina e apoia mentores de surf locais para fornecer serviços de saúde mental a jovens.

O Duque e a Duquesa visitarão o The Lunchbox Fund, uma das instituições que o casal indicou para as doações em prol do nascimento de Archie após o sucesso do global baby shower, organizado por fãs. The Lunchbox Fund apoia crianças em estado vulneravel de pobreza, oferecendo refeição para as crianças em idade escolar que provavelmente passariam fome sem essa ajuda.

Mais tarde Meghan e Harry conhecerão o Dr. Thomas Maes, líder do Programa Commonwealth Litter, programa lançado na London Commonwealth Summit em 2018, em apoio à Carta Azul da Commonwealth. O programa financia pesquisas e ações que combatem o desperdício de plástico em seis países da Commonwelth, trabalhando com o apoio do Departamento de Assuntos Ambientais da África do Sul para combater o desperdício doplastico e educar comunidades sobre o impacto dos microplástico nos oceanos. Harry então se juntará à Unidade Marinha da Cidade da Cidade do Cabo para viajar de barco para Seal Island para aprender sobre seu trabalho de combate à caça furtiva.

Ainda a tarde, Meghan e Harry irão a área de Bo Kaap para marcar o Heritage Day. Neste dia, os sul-africanos são incentivados a celebrar sua cultura e a diversidade de suas crenças e tradições, no contexto mais amplo de uma nação que pertence a todo o seu povo.

Em seguida eles visitarão a mesquita de Auwal, a mais antiga do país, onde se encontrarão com representantes de diferentes grupos religiosos para ouvir sobre a força do diálogo inter-religioso na Cidade do Cabo. Depois eles irão conhecer residentes locais para tomar um chá.

Historic Auwal Mosque (1798), Bo-Kaap, Cape Town, South Africa

Eles encerarão o dia na casa do Alto Comissário Britânico na África do Sul, onde conhecerão jovens líderes e formadores de opiniões, que discutirão sobre a natureza rica e diversificada entre a parceria do Reino Unido com a África.

25 de Setembro – Quarta-feira

No terceiro dia, o Duque e a Duquesa de Sussex se encontrarão com o arcebispo Desmond Tutu e com a Sra. Tutu em sua fundação. Depois desse encontro o casal separa sua agenda. Harry viajará para a Botswana e Meghan ficará na África do Sul com Archie, cumprindo seus compromissos solo.

Na tarde do mesmo dia, Meghan visitará a Woodstock Exchange para conhecer mulheres empresárias e investidores que trabalham com tecnologia. A Duquesa destacará os benefícios do trabalho em rede entre jovens aspirantes a empresárias de sucesso.

A Duquesa também visitará a mothers2mothers. A mothers2mothers consiste em uma organização internacional sem fins lucrativos dedicada à prevenção da transmissão do HIV de mãe para filho, fornecendo educação e apoio para mulheres grávidas e novas mães vivendo com HIV. Mothers2mothers acredita no poder das mulheres para eliminar a AIDS pediátrica e criar saúde e esperança para si e para seus bebês, famílias e comunidades.

Já Harry começará sua visita de trabalho a Botswana viajando pela primeira vez à Reserva de Árvores da Floresta de Chobe, onde se juntará a crianças em idade escolar para plantar árvores e conscientizar sobre a fragilidade desses ecossistemas vitais.

Ele fará uma visita a um projeto local dirigido por sua instituição de caridade Sentebale, que se concentra na melhoria da saúde mental dos jovens afetados pelo HIV.

A partir daí, ele viajará para o Parque Nacional de Chobe, onde dedicará uma área de floresta do Queen’s Commonwelth Canopy, situado perto da fronteira da Namíbia, Zâmbia e Zimbábue, isso ajudará a conectar áreas do Queen’s Commonwelth Canopy através das fronteiras, para facilitar a passagem da vida selvagem, ampliando vitalmente o leque de seus habitats.

Naquele mesmo dia, ele partirá para Angola, onde se dirigirá para Dirico, no sudeste de Angola, onde passará a noite em um novo campo de mineração Halo Trust.

26 de Setembro – Quinta-feira

Meghan participará de um café da manhã privado com “Women In Public Service” no Alto Comissariado na Cidade do Cabo. As convidadas têm desempenhado um papel fundamental no desenvolvimento das instituições da África do Sul: no Parlamento, Governo, educação e saúde e continuam a defender os direitos e a educação das mulheres, bem como a igualdade de gênero.

27 de Setembro –Sexta-feira

O Duque de Sussex começará o dia em uma visita a um campo de desminagem em funcionamento fora de Dirico. Harry detonará remotamente uma mina e conhecerá membros da comunidade. Sua Alteza Real fará comentários sobre a importância de continuar a desminagem. Harry fará um discurso sobre a importância da desminagem, proveniente de seu trabalho com a Halo Trust. Neste dia ele anunciará um projeto exclusivo e inédito da Queen’s Commonwealth Canopy elaborado pelo próprio Duque. O projeto consiste na iniciativa de desminagem no Parque Nacional Luengue-Luiana na Angola.

Em seu primeiro compromisso oficial na Angola, o Duque viajará para Huambo. Fotografias da falecida princesa Diana visitando um local de desminagem e encontrando vítimas de minas tornaram-se imagens icônicas e poderosas em apoio à sua campanha para criar uma proibição global de minas – que foi concretizada na Convenção de Proibição de Minas Antipessoal no mesmo ano. Na chegada, Harry será recebido pela governadora de Huambo, Joana Lina, que também foi a anfitriã oficial da visita da Princesa Diana. Acompanhado pela governadora, o Duque visitará o local onde sua mãe foi fotografada.

Ele verá como uma área que era um campo minado perigoso em 1997 agora é uma rua movimentada com escolas, lojas e casas. Sua Alteza Real será acompanhada até o local por um membro da equipe da Halo Trust, Valdemar Gonçalves Fenandes, que fazia parte das equipes de desminagem que trabalham na área durante a visita da Princesa Diana. O Duque se reunirá com representantes das três organizações de desminagem que trabalham em Angola no âmbito do Programa Global de Ação contra Minas da UKAID.

Harry seguirá para o Centro Ortopédico Huambo, também visitado por sua mãe em 1997. Recentemente renovado, o objetivo é se tornar o centro de excelência em cuidados ortopédicos.

Sua Alteza Real será recebida pelo Ministro da Saúde, pelo Diretor do Centro Ortopédico e por um representante da BP, que doou equipamentos ao centro. O novo nome do centro, em homenagem à princesa Diana, será revelado por Sua Alteza Real, após ele visitará as instalações, em seguida fará um breve discurso.

À noite, o Duque de Sussex comparecerá a uma recepção na casa do embaixador britânico. Ele encontrará representantes de negócios e aprenderá sobre a transformação econômica e o cenário de negócios de Angola. Em seguida Harry viaja para Luanda.

Nenhum compromisso anunciado para Meghan.

28 de Setembro – Sábado

Na manhã de sábado, o Duque terá uma audiência com o Presidente Lourenço no Palácio Presidencial.

Ele visitará o Hospital Matenity Lucrécia Paim para ver o trabalho de um projeto liderado pela primeira-dama Ana Dias Lourenço, ‘Bom Free to Shine’, que se concentra na prevenção da transmissão do HIV / AIDS de mães para bebês.

Nenhum compromisso anunciado para Meghan.

29 de Setembro – Domingo

Harry viajará para o Malawi para a próxima etapa de sua turnê. Esta será a primeira visita oficial do Duque ao Malawi, embora ele tenha feito várias visitas privadas no passado e desfrute de estreitas relações de trabalho com parceiros no local. O Duque chegará a Lilongwe no domingo, naquela tarde, ele visitará a Nalikule College of Education e interagirá com uma rede de jovens mulheres que são apoiadas para frequentar e concluir o ensino médio com a ajuda das bolsas do UKAid por meio da Campaign for Female Education.

À noite, Sua Alteza Real comparecerá a uma recepção organizada pelo Alto Comissário Britânico. A recepção destacará vínculos comuns e fortalecerá a parceria moderna e significativa entre o Reino Unido e o Malawi.

Nenhum compromisso anunciado para Meghan.

30 de Setembro – Segunda-feira

Neste dia, Harry voará para o Parque Nacional Liwonde.

Lá, o Duque prestará homenagem no memorial ao guarda Mathew Talbot, da Coldstream Guards, que perdeu a vida em maio de 2019 em uma patrulha conjunta contra a caça furtiva com guardas florestais locais.

O guarda Talbot compartilhou a paixão do Duque pelo papel nas forças armadas britânicas, trabalhando em parceria com guardas florestais locais para proteger espécies ameaçadas de extinção. O Duque seguirá para a sede do parque nacional de Liwonde para receber um resumo das operações.

Sua Alteza Real testemunhará um exercício de demonstração de combate à caça furtiva, realizado em conjunto por guardas florestais locais e militares do Reino Unido, implantados na Operação CORDED. Harry também visitará o Parque Nacional Liwonde.

Nenhum compromisso anunciado para Meghan.

01 de Outubro – Terça-feira

O Duque visitará para o Centro de Saúde Mauwa, Farmácia em uma caixa e Programa de extensão para a saúde reprodutiva dos jovens. Harry em seguida segue para a África do Sul.

Meghan participará de uma mesa redonda com a Associação das Universidades da Commonwealth, em Joanesburgo.

A Duquesa se reunirá com acadêmicos e estudantes para discutir os desafios enfrentados pelas jovens no acesso ao ensino superior. Sua Alteza Real visitará uma escola para aprender sobre o trabalho de uma instituição de caridade local que recebe financiamento da UK Aid pelo seu trabalho para aumentar a conscientização e combater os problemas de violência sexual nas escolas. Harry chega a noite e a agenda deles voltam a se unir.

02 de Outubro – Quarta-feira

O Duque e a Duquesa visitarão um município perto de Joanesburgo, onde se encontrarão com jovens empreendedores locais inspiradores e visualizarão iniciativas de habilidades para enfrentar o crescente desafio do desemprego enfrentado pelos jovens na África do Sul. Mais tarde naquele dia, eles se encontrarão com Graça Machel, viúva do ex-presidente Mandela.

Meghan e Harry participarão juntos de uma recepção para comemorar o importante relacionamento comercial e de investimentos da África do Sul e do Reino Unido. Eles se encontrarão com representantes das comunidades empresariais britânica e sul-africana, com foco especial nos empresários e nas indústrias criativas. Para encerrar a turnê, Suas Altezas Reais comparecerão a uma audiência com o Presidente Cyril Ramaphosa e sua esposa, Dr. Tshepo Motsepe.

Naquela noite a família voltará para Londres. Esperamos algum compromisso solo da Meghan nos dias que ela tem livre e por consequência, alguma aparição do Archie.

No ultimo mês muito se falou sobre as pessoas que integram o Team Sussex. Como já é de conhecimento de todos, em março foi anunciado que a Rainha e o Príncipe Charles concordaram com a criação de um escritório próprio para Meghan e Harry, que antes, dividiam espaço e funcionários com o Duque e a Duquesa de Cambridge. O novo escritório do casal está baseado no Palácio de Buckingham. A mudança provavelmente nos últimos duas visto que ontem (03) pela primeira vez um compromisso do príncipe Harry entrou na circular da corte como Palácio de Buckingham.

Neste ultimo domingo (01), foi anunciada oficialmente a data de inicio da turnê pela África da família. Dia 23 de setembro será o inicio da turnê pela Africa da pequena família.

Em uma nota pessoal, mal posso esperar para apresentar minha esposa e filho à África do Sul! Vejo vocês em breve. – O Duque de Sussex.

Os três estarão juntos na África do Sul, enquanto Harry segue sozinho para Malawi, Angola e Bostwana, onde desenvolverá projetos direcionados a preservação do meio ambiente, causa destacada pelo casal neste mês de setembro.

Com a proximidade do inicio da turnê real, onde o casal mais uma vez embarcarão em uma viagem de suma importância, decidimos apresentar a vocês a equipe que auxilia o Duque e a Duquesa em todas as questões que envolvem trabalho. O pilar da equipe dos Sussexes é composto por mulheres, sendo a primeira equipe de working royals liderada por mulheres. Mulheres estas com bastante prestigio profissional.

 

SARA LATHAM

 

Logo que foi anunciado a criação de um novo escritório, o correspondente real Omid Scobie revelou que Sara Latham seria a partir daquele dia a Chefe de comunicações dos Sussexes e Sara se reporta a secretária de comunicações da Rainha.

Um dos grandes trabalhos da carreira de Sara se deve ao momento que ela trabalhou na campanha da candidata democrata a presidência dos EUA, Hillary Clinton em 2016. Latham também trabalhou como chefe de gabinete de John Podesta, presidente da campanha de Clinton. Sabe-se que o Sara foi de grande importância na seleção de candidados para o companheiro de chapa de Hillary.

Engana-se quem acha que Sara entrou na politica através de Hillary Clinton. Sara Latham em 1996 foi recrutada para ajudar na campanha de reeileção de Bill Clinton e ajudou Podesta a organizar entrevistas secretas para os possíveis membros do gabinete do presidente Obama em 2008. Sara esteve também na equipe de transição do POTUS quando Obama foi eleito presidente da republica dos EUA.

Latham é americana como Meghan e tem uma dupla cidadania nos EUA e no Reino Unido, de acordo com sua página no linkedin. Considerando sua experiência de décadas em assessorar políticos, ela é “uma das poucas americanas que serviu como nomeada política nos governos dos EUA e do Reino Unido”, de acordo com sua biografia no Milken Institute.

Assim como Meghan, Sara é americana. Mas ai contrário da Duquesa, Sara possui cidadania britânica, o que facilitou sua inserção ao mercado de trabalho inglês.

Após encerrar seu trabalho na Casa Branca, Latham começou a trabalhar como consultora de assuntos governamentais na Microsoft Europe no Reino Unido. De 2005 a 2006, foi assessora especial de Tessa Jowell, secretária de Estado da Grã-Bretanha, Cultura, Mídia e Esporte durante o mandato de Tony Blair como Primeiro Ministro.

Recentemente ela se tornou sócia-gerente da Freuds, uma empresa de comunicação e relações públicas e sua nomeação foi anunciada em agosto de 2018.

 

NATALIE CAMPBELL

O primeiro contato que Meghan e Harry tiveram com Natalie foi através da The Royal Foundation. Campbell foi diretora de insight e inovação na Royal Foundation por dezoito meses e após a separação da fundação ela seguiu com o casal para a Sussex Royal Foundation. Ela assumiu o cargo na nova fundação ainda não definido.Natalie esteve ao lado da Duquesa durante o projeto de livro Together: Our Community Cookbook.

Com um currículo impressionate Natalie é co-fundadora da empresa A Very Good Company (AVGC) que é uma agencia global de inovação social, que tem um trabalho bem sucedido ao lado de marcas como Virgin Media, Marks e Spencer e Channel 4.

Campbell também é diretora não executiva da Nominet Trust, onde ela supervisiona o uso de mais de US$ 1 bilhão (financiamento público) por meio das suas funções exercidas no conselho do Big Lottery Fund, UnLtd e no conselho de estratégia econômica do prefeito de Londres.

Natalie Campbell é uma empresária premiada e autora da HarperCollins. Ela ganhou o prêmio ‘Community Spirit’ no ‘Women of the Future Awards’ em 2016 e foi reconhecida nas listas Management Today 35 Women Under 35 e City AM Power 100 Women. Natalie também lançou o livro “The Badass Principle – a workout for the mind and soul”.

 

KAREN BLACKETT

Karen Blackett foi nomeada no último mês de agosto como uma das diretoras da Sussex Royal Foundation. No presente momento, além de seu trabalho na fundação dos Sussexes, Blackett é presidente da MediaComUke gerente nacional empresa de marketing e comunição WPP.

Após a universidade, Blackett se candidatou a um emprego como auditor de mídia na CIA MediaNetwork, mas não conseguiu a vaga. Em 1995, ela continuou sua carreira ingressando na Zenith Media como planejadora sênior de comunicações e compradora, trabalhando na prestigiada conta da BT.

Já em outubro de 1999, Karen foi promovido a diretor geral da recém-incorporada MediaCom e The Media Business Group Board

Em janeiro de 2003, Blackett mudou de sua função de Diretora de Negócios para se tornar Diretora de Marketing da MediaCom e, em 2008, se tornou Diretora de Operações da MediaCom para EMEA. Karen foi promovido a CEO do escritório do Reino Unido em janeiro de 2011.

Já em 2015, Blackett foi promovido a presidente da MediaCom UK e, em 2016, nomeado presidente de toda a empresa.

Super requisitada Karen se tornou chanceler da Universidade de Portsmouth em outubro de 2017, mesma universidade que ela frequentou e se formou em 1992 em Geografia.

Em 2003 e 2005, ela foi votada pela Management Today como uma das 35 mulheres mais poderosas com menos de 35 anos no Reino Unido. Ela também esteve na lista das 100 mulheres negras mais influentes do Reino Unido cinco vezes e recebeu da Rainha a The Most Excellent Order of the British Empire em 2014 por seus serviços prestados a mídia e comunicação.

Karen Blackett também se tornou a primeira empresária a liderar a Black Powerlist em 2015. Ela estava na Lista de Poderes da Hora da Mulher da Rádio 4 de 2015, entre os dez principais influenciadores.

 

FIONA MCILWHAM

Fiona é uma diplomata de carreira que assumiu recentemente o cargo de secretária particular do Duque e da Duquesa de Sussex. Em 1998, Fiona se tornou embaixadora do Reino Unido em Tirana. Além do inglês, Mcilwham fala albanês e francês.

Também em 1988, Fiona trabalhou na cúpula do G8. Ela foi enviada para a Bósnia e Herzegovina em 2000 e liderou o escritório da Embaixada Britânica em Banja Luka em 2003. Em 2005 ela lideriu o Grupo de Política Econômica e Social Europeia do FCO durante a presidência da UE no Reino Unido. Já em 2009, Fiona se tornou embaixadora da Albânia, sendo a mais jovem nomeada para o cargo com seus 35 anos de idade. Seu ultimo trabalho foi como diretora de Balcãs Ocidentais e Ampliação no Ministério de Relações Exteriores e da Commonwealth do Reino Unido.

Este cargo ainda está ocupado por Samantha Cohen, que deve sair após a turnê pela África.

 

SAMANTHA COHEN

Samantha Cohen por muitos anos foi uma das secretarias assistentes da Rainha, aliás, Samantha é descrita como a secretaria assistente que a Rainha mais confiava. Devido a uma mudança de país vinda do emprego de seu marido, Cohen se demitiu do cargo de secretaria assistente da Rainha.

Após conversas, Samantha concordou em trabalhar por seis meses com a Duquesa de Sussex a pedido da Rainha Elizabeth II. Sabe-se que Samantha foi de suma importância para a adaptação de Meghan aos deveres reais. Os seis meses iniciais logo se transformaram em um ano e correspondentes reais associam isso a amizade que Cohen desenvolveu com a Duquesa. Com a chegada de Fiona, espera-se que Samantha permaceça no cargo somente até o fim da turnê pela África.

 

HEATHER WONG

Heather atua como secretária particular assistente do Duque de Sussex, onde se concentra na construção de iniciativas estratégicas do em áreas que incluem conservação e turismo sustentável, saúde mental, esporte para desenvolvimento social, HIV/AIDS e envolvimento dos jovens na Comunidade. Heather trabalha garantindo o máximo impacto potencial do trabalho de Harry nessas áreas.

Anteriormente ela ocupou cargos como secretária assistente interino e vice-secretária assistente de assuntos públicos no Departamento de Segurança Interna dos EUA no governo Obama. Ela também atuou como diretora de comunicações do Super PAC nextgen Climate. Ela também como diretora associada da Milltown Partners, uma agência de consultoria com sede em Londres.

 

DAVID WATKINS

Contratado em julho, David Watkins se tornou líder de comunicação digital do Duque e da Duquesa de Sussex. Em abril o casal lançou sua conta oficial no Instagram e mesmo com pouco tempo, perceberam que precisariam de um profissional competente para a gestão na plataforma. David se formou em Artes, economia e políticas na University College Dublin.

Aos 26 anos, Watkins se descreve em seu LinkedIn como “fanático por marketing, esportes e viagens com experiências dentro e fora desses campos, jogador de hóquei internacional, Ironman e quatro vezes finalizador de maratona com paixão e conhecimento desses setores”.

David tem incríveis habilidades em vídeo e fotografias. Antes desse juntar ao Team Sussex, ele foi coordenador de mídia social global da Burberry.

Ele tem uma carreira dentro da comunicação bastante respeitável. David já trabalhou como assistentes de registros e processador de ações corporativas, estagiário de recuperação e reorganização, gestor de projetos, designer gráfico, executivo de desenvolvimento de negócios, assistente global de mídia social e coordenador global de mídias sociais.

 

GERRARD TYRELL

Gerrard Tyrrell é reconhecido como um advogado de destaque no campo de litígios, com referência especial ao trabalho que ele realiza nos campos de proteção de informações, privacidade e difamação. Ele também é o sócio sênior da empresa Harbottle. Ele atua em muitos nomes familiares, tanto no Reino Unido quanto no mundo todo.

Gerrard foi o advogado responsável pelo processo que o Duque de Sussex moveu contra uma agência de paparazzi que fizeram fotos ilegalmente do interior de sua casa com Meghan. Ele está lista como secretário da Sussex Royal Foundation.

 

STEFAN ALLESCH-TAYLOR

Stefan Paul Allesch-Taylor é um empresário, filantropo, radialista e educador britânico. Ele foi nomeado Comandante da Ordem do Império Britânico (CBE) no ano novo de 2014 e foi nomeado como o primeiro professor de Prática de Empreendedorismo pelo King’s College London em dezembro de 2016.

Allesch-Taylor foi nomeada como uma das pessoas mais influentes de Londres na seção ‘Pilares Sociais: Caridade e Filantropia’ de 2017 e 2018 da lista Progress 1000 do London Evening Standard.

Allesch-Taylor considera a filantropia a chave para bons negócios: “As empresas precisam olhar para serem mais impactantes socialmente e se envolverem mais com sua base de consumidores”.  Ele é co-fundador e presidente da Afri-CAN Children’s Charity, operando no Malawi e na África do Sul, que ele estabeleceu em 2010 com uma doação de US$1 milhão. A Caridade Infantil Afri-CAN fornece educação e nutrição a mais de 3.000 crianças vulneráveis ​​nos municípios da Cidade do Cabo .

Allesch-Taylor é presidente da organização beneficente britânica Pump Aid. Pump Aid ganhou o International Aid and Development Award no UK Charity Awards 2017 por sua abordagem inovadora de pequenas empresas para aliviar a pobreza da água no Malawi. Ele também é vice-presidente do Comitê Central de Dormentes do centro de Londres, fornecendo apoio aos sem-teto de Londres.

Ele está listado como COO (Executivo Chefe de Operações) da Sussex Royal Foundation.

 

STEVEN COOPER

Steven Cooper, CEO do mais antigo banco privado do Reino Unido, C Hoare & Co. Steven tem 32 anos de experiência bancária, mais recentemente como diretor executivo da Barclaycard Business, onde gerenciou a divisão de pagamentos da Barclaycard globalmente. Antes disso, ele foi CEO de serviços bancários pessoais no Barclays para o Reino Unido e Europa e antes disso, CEO Business Banking. Durante o tempo em que ocupou esses cargos, ganhou experiência com o cenário em rápida mudança do banco de consumidor com tecnologia e dados digitais. Ele ingressou na C. Hoare & Co. como CEO em 2019.

Steven faz parte de vários conselhos consultivos, inclusive como comissário da comissão de mobilidade social. Ele é NED na Robert Walters PLC e no FSCS e é um aluno da Harvard Business School. Ele também viveu e trabalhou na África e na Índia.

Nos fins de semana, ele gosta de passar tempo com sua esposa e quatro filhos e participa de triatlos e eventos de corrida de aventura.

Cooper está listado como CEO (Diretor Executivo) da Sussex Royal Foundation.

Acredita-se que a Duquesa tenha uma secretária particular privada, desde que uma mulher foi vista acompanhando Meghan em sua primeira visita a Wimbledon este ano. Não se tem confirmação de a informação é verídica, sendo assim, não se sabe o nome da mulher.

Estes são os profissionais que até o momento fazem parte do Team Sussex. Sem dúvidas outros serão adicionados, tanto na equipe pessoal do casal, como na lista de colaboradores da Sussex Royal Foundation.

Feliz aniversário, Meghan

BDAY, Notícias - Ana Gabriela - 04/08/2019

Hoje é aniversário de Rachel Meghan, a Duquesa de Sussex.

Lá no dia 4 de Agosto de 1981, a terra se tornava mais iluminada pela “flor” de Doria.

Pra nós da equipe, ela é um exemplo. Em tempos de #ForcesForChange, nós escolhemos ela para representar essa hashtag. Meghan tem um coração doce e forte que domina os espaços onde ela entra. É perceptível que temos um duquesa do povo. Meghan e Harry formam uma equipe preparada e dedicada porque separadamente, eles entenderam qual é o seu propósito aqui e com a plataforma que eles tem, já fazem coisas maravilhosas e tenho certeza que conituaram fazendo.

Meghan sempre foi ativista, sempre amou pessoas, sempre teve causas que tocavam seu coração e ela simplesmente amplificou isso entrando para a Família Real Britânica. Ao contrário do que muitos achavam, Meghan não calou sua voz, ela só a potencializou e tem mais espaço para fazer outras pessoas serem ouvidas.

Meghan é sinônimo de força, desde criança demonstrava que se existe algo de errado acontecendo ao seu redor, ela vai ser a primeira a dar o passo que vai gerar a mudança. Meghan é sinônimo de elegância, beleza e resiliência. Meghan é sinônimo de aprendizagem e é sinônimo de amor.

É muito difícil colocar em palavras nossa admiração pela pessoa que Meghan é, mas esperamos que o amor volte na mesma intensidade – se não maior – do que ela oferece. Ela merece e muito!

Um feliz aniversário para a Sua Alteza Real, a Duquesa de Sussex. Que os 38 sejam mais gentis e amáveis com você que é tão gentil e amável.

Com amor, Meghan Markle Brasil.