O casal visitou a Task Force Liberty em Nova Jersey, que atualmente abriga 10.000 refugiados. Meghan e Harry revelaram uma das canções favoritas de Archie em uma visita a uma base militar dos EUA no último dia 11. O casal visitou a Task Force Liberty na Base Conjunta McGuire-Dix-Lakehurst em Nova Jersey na quinta-feira.

A base atualmente é o lar de 10.000 refugiados afegãos que estão sendo apoiados pelo Departamento de Defesa. Durante a visita, eles pararam em uma sala de aula cheia de crianças aprendendo inglês.

Falando sobre o dia, um porta-voz do casal disse:

Eles perguntaram aos funcionários sobre termos comuns em Dari e deixaram todas as interações com crianças e adultos dizendo ‘Tashakur’, que significa ‘Obrigado’.

O porta-voz acrescentou que o Duque e a Duquesa também conduziram a classe em uma versão de Head, Shoulders, Knees and Toes “que eles compartilhavam era uma das favoritas de seu filho também”.

Archie , de dois anos, mora com os pais e a irmã mais nova, Lilibet , na Califórnia.

A Task Force Liberty foi iniciada em agosto em consonância com a retirada das tropas americanas do Afeganistão. Mais de 1.200 militares estão atualmente estacionados na base para fornecer apoio aos afegãos e suas famílias. Os refugiados recebem moradia temporária, exames médicos e educação, enquanto as residências permanentes são disponibilizadas.

Você pode fazer uma doação para as crianças e suas familias clicando AQUI.

F6CFA6D9-2246-4443-8DD7-81A6CE330954.jpeg EFB9D9AB-A8B8-438B-A5CF-B5A7D0FEC20B.jpeg

Fonte: Standard UK.

Hoje, 11 de novembro, é um dia de reflexão, honra e admiração em muitos países ao redor do mundo.

No Reino Unido e nas Nações da Commonwealth, é o Dia da Lembrança (Remembrance Day), uma comemoração anual daqueles que morreram em guerras mundiais e em conflitos. As famílias usam a Papoula da Lembrança para homenagear soldados cujas vidas foram tiradas, muitas coroas de flores, e coincidindo com o momento em que o Armistício foi assinado para encerrar a Primeira Guerra Mundial – “a 11ª hora do 11º dia do 11º mês” – há um período de silêncio e observância silenciosa em cerimônias realizadas no Reino Unido e em todo o mundo.

Nos Estados Unidos, é o Dia dos Veteranos (Veterans Day), um feriado nacional para reconhecer e aplaudir todos os veteranos das forças armadas dos EUA. Em todo o país, as comunidades locais se reúnem e hospedam eventos para celebrar aqueles que serviram. E hoje no Cemitério Nacional de Arlington – que realiza uma cerimônia anual para homenagear homens e mulheres que usaram o uniforme durante a guerra e tempos de paz – a sagrada Tumba do Soldado Desconhecido está completando 100 anos.

Ao longo da semana, e como reflexo de cada um desses dias, o Duque e a Duquesa de Sussex se comprometeram a lembrar, valorizar e apoiar militares, veteranos e famílias de militares.

Ontem, eles participaram da gala Salute To Freedom a bordo do histórico porta-aviões USS Intrepid na cidade de Nova York. Lá, o Duque premiou membros valentes da comunidade militar que vivem com feridas invisíveis de guerra.

Enquanto homenageamos e refletimos sobre o Dia da Memória no Reino Unido, que compartilha uma data com o Dia dos Veteranos aqui nos Estados Unidos, minha esperança é que todos nós continuemos a apoiar o bem-estar e reconhecer o valor de nossas tropas, veteranos e os toda a família militar e de serviço. Nós e eles somos melhores por isso.

Principe Harry,  o Duque de Sussex.

E hoje, o Duque e a Duquesa visitaram a Base Conjunta McGuire-Dix-Lakehust em Nova Jersey, onde se encontraram e conversaram com militares e almoçaram com famílias de militares.

O Duque e a Duquesa acreditam que apoiar a comunidade militar – que nos apoiou, protegeu e defendeu – está entre as obrigações mais solenes que temos. Ao longo do ano, eles se reuniram, se ofereceram como voluntários e defenderam todos aqueles que serviram ou ainda servem.

 

92BA25AA-8D10-4F0C-A1B1-8F399F2B1A3A.jpeg 2C3B0427-655C-45FC-B9EE-334D3B79FDC9.jpeg

Fonte: Archewell.

Vermelho é a cor de Meghan Markle. Ela nos mostrou uma e outra vez que o tom ardente fica bem com ela, seja com um elegante vestido de capa da Safiyaa para um tapete vermelho real, ou um terno mais casual e moderno para uma visita a Nova York. Ontem à noite, ela acertou outro visual carmesim: um vestido sem mangas de Carolina Herrera com uma ousada fenda na perna. Combinando com saltos tipo slingback combinando, algumas pulseiras e um penteado elegante, ela era um show-stopper total.

A Duquesa de Sussex apareceu com uma aparência ousada enquanto participava do Salute to Freedom Gala no Intrepid Museum de Nova York com seu marido, o Príncipe Harry. O Duque de Sussex, que serviu nas Forças Armadas britânicas por 10 anos, entregou medalhas no evento em homenagem aos militares. Ele estava elegante para o evento em um smoking preto clássico adornado com seus próprios emblemas e uma papoula vermelha, um símbolo que homenageia os militares que morreram na guerra. Meghan usava uma papoula em seu vestido também.

 

a_28429.jpg 1352552514.png AE0222CF-2E86-4D75-8AD7-D83593581896.jpeg

 

Fonte: Elle US.

A viagem de Harry e Meghan para Nova York teve como centro a participação do casal na live organizada pela Global Citizen. O Duque e a Duquesa foram co-presidentes da campanha em prol da equidade de vacinas de COVID-19 em maio e continuam trabalhando para que o objetivo da campanha seja cumprido efetivamente.

Durante o discurso, o casal reforçou que estamos em meio de uma crise de direitos humanos, onde a população está sendo privada de um direito básico que é a vacina. O evento de magnitude mundial contou com a participação de diversos famosos entre eles Jennifer Lopez, Coldplay, Alok, Priyanka Chopra, Elton John e muitos outros.

Meghan e Harry foram ovacionados pelo publico presente no Central Park. Pela primeira vez em mais de um ano, Markle se reencontra com o púbico, que a todo momento se mostraram animados em encontrar com a princesa americana.

 

z_28129.png  x_281629.jpg S_282029.jpg S_281729.jpg

1342505901.png 1342504897.png r_28729.png r_28829.png

Assista ao discurso legendado.

Meghan Markle e Harry participam da Global Citizen Live [LEGENDADO BRPT] from Meghan Markle Brasil on Vimeo.

O Duque e a Duquesa de Sussex decidiram prestigear um dos restaurantes mais conhecidos do Harlem em Nova York, após visita a Mahila Jackson School na tarde da ultima sexta-feira. O restaurante Melba’s, localizado no Harlem lançou o Fundo de Ajuda aos Funcionários em parceria com a organização sem fins lucrativos Team Unity Incorporated, com o objetivo de arrecadar pelo menos US $ 250.000 para alívio financeiro.

De acordo com a fonte, os Sussexes queriam contribuir para o fundo depois de ouvir sobre seus esforços. Meghan e Harry doaram US$ 25.000 para o fundo de auxílio aos funcionários do restaurante, que ajuda diretamente os funcionários horistas que foram afetados pela pandemia.

A proprietária do restaurante, Melba Wilson, agradeceu ao casal pela ajuda, compartilhando uma foto ao lado do Duque e da Duquesa.

Foi uma honra receber oficialmente o Príncipe Harry e Meghan, o Duque e a Duquesa de Sussex, no Melba’s! Sou muito grata por seu compromisso de doar $25.000 e espero recebê-los de volta em breve. Obrigada por jantar conosco!

a_28429.jpg a_28229.png

a_28629.png a_28529.png a_281429.jpg

 

A manhã de sexta, 24, começou diferenciada na escola primária Mahalia Jackson M123 no Harlem em Nova Iorque. Harry e Meghan chegaram por lá e em pouco tempo já tinham cativado as crianças. O principal foco da visita foi para que Meghan fizesse a leitura do seu livro The Bench (que está em pré-venda no Brasil, garanta o seu!) para a classe da segunda série.

“Eu fiz este livro originalmente como um poema para meu marido e filho, e nunca o li para nenhuma outra criança além dos meus próprios filhos, então estou muito animada”

Meghan disse isso a seu público que incluía as crianças sentadas no chão junto do Príncipe Harry. Meghan também contou que na dedicatória colocou pump pump simbolizando uma batida de coração porque foi assim que Archie explicou o som.

Depois da leitura, Meghan fez uma pergunta para as crianças, qual era o banco delas? Lembrando que The Bench foi inspirado por um banco que Meghan deu de presente para Harry no primeiro dia dos pais dele – junto do poema que virou o livro.

Quem é a pessoa na sua vida que é tão especial pra você e significa muito? Qual é o lugar que você acha que é o seu lugar feliz?

A visita a Mahalia Jackson M123 não foi apenas para Meghan fazer a leitura. O casal doou caixas cheias de vegetais, ervas e outros alimentos saudáveis para apoiar a comunidade onde fica a escola. O trabalho da Archewell com a Proctor&Gamble fez ser possível estocar a copa da escola com vários produtos de higiene para serem distribuídos entre as famílias dos alunos. Além disso, o Duque e a Duquesa de Sussex doaram uma máquina de lavar e secar para ser usada nos uniformes escolares. Meghan também doou exemplares de The Bench para escolas de Nova Iorque.

James Reynolds, professor de artes da escola disse sobre a visita:

“Poder vir e ler o livro pela primeira vez para alguém fora de seus [próprios] filhos significou muito. Acho que foi gratidão em ambos os níveis. Estamos em uma época de gratidão após os últimos 18 ou 20 meses que passamos. ”

A visita acabou com muitos abraços entre as crianças, Harry e Meghan.

 

a_28129.jpg a_281429.jpg a_284929.png a_285229.png

a_287229.png a_286629.png s_283229.jpg s_284129.jpg

Dando sequência a programação em Nova York, em 23 de setembro Meghan e Harry se reuniram na Organização Mundial da Saúde para discutir sobre a igualdade de vacinas e como garantir que pessoas em todo o mundo tenham acesso fácil e gratuito às vacinas. Harry e Meghan até fizeram uma declaração em sua visita aos escritórios da OMS. Dentre os líderes que estavam presentes fisicamente, vimos Chelsea Clinton, Stewart Simonson, subdiretor geral da Organização Mundial da Saúde e Loyce Pace, Diretora do escritório de assuntos globais do departamento de saúde e serviços humanos dos Estados Unidos.

Em uma declaração conjunta, o Duque e a Duquesa de Susssex expressaram sua satisfação no encontro:

Nesta sala, tivemos vários dos principais líderes em saúde pública, preparação para pandemia, progresso científico e construção da comunidade”, disseram o duque e a duquesa de Sussex durante o evento. “A reunião de hoje foi uma oportunidade muito apreciada para aprender com alguns dos especialistas mais respeitados que estão trabalhando incansavelmente para acabar com esta pandemia. Com base nas conversas em andamento que tivemos com líderes globais nos últimos 18 meses, o dia de hoje reforçou ainda mais nosso compromisso com a igualdade de vacinas. Estamos muito animados com o espírito de colaboração que ouvimos ao longo de nossa conversa e estamos ansiosos para fazer a nossa parte.

Meghan e Harry vem fazendo de sua passagem na cidade de Nova York uma verdadeira missão sobre a importância da distribuição de vacinas contra o COVID-19. O Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, Diretor-Geral OMS declarou o quanto foi importante a presença do Duque e da Duquesa na mesa redonda.

Somos gratos ao Duque da Duquesa de Sussex por trabalhar conosco para trazer essa conversa crítica. Estamos em uma importante encruzilhada para vacinar o mundo. É apenas com colaboração, coordenação, transparência e pensamento criativo que podemos vencer esta pandemia juntos.

Markle e Harry seguem usando sua visibilidade para garantir que todos sem exceção tenham acesso a vacina e que aqueles que já tenham acesso, se vacinem.

 

a_28429.png a_28829.png a_28229.png

02EBC370-D7E2-4C98-B23B-9D15E69BF410.jpeg 35582DBB-B51D-473D-BAA3-2584D4BEA9A4.jpeg

aa_28129.png aa_28629.jpg aa_281229.png

No dia 23 de Setembro, Meghan Markle fez sua primeira aparição pública – em contexto presencial – desde a saída dos deveres reais de maneira foi simbólica e em grande estilo. Harry e Meghan fizeram uma visita ao One Trade Center em Nova York acompanhados do Prefeito da cidade, Bill de Blasio e a Governadora de NY, Kathy Hochul.

A visita também foi acompanhada de uma homenagem às vitimas do atentado do 11 de Setembro com uma ida ao memorial do ataque que completou 20 anos em 2021.

Esse foi o primeiro compromisso de um final de semana movimentado do casal que teve conclusão no Global Citizen. Todo o fim de semana em Nova York foi a trabalho, com foco na igualdade na distribuição de vacinas contra COVID-19.

Gostando da visita a Nova Iorque, Madame Duquesa?

É maravilhoso estar de volta, obrigada.

E esse compromisso rendeu boas risadas na equipe, já que na mesma semana um evento com líderes mundiais acontecia e o Prefeito Blasio está bem aliado às ideias dos Sussexes sobre a importância de vacinação, o que levou a este tweet.

 

MHNY2.jpg a_282029.jpg a_284529.jpg a_28529.png

Se vacine! Vacina salva vidas.

A mais recente parceria comercial do casal real envolve investimentos sustentáveis.

O príncipe Harry e Meghan, a duquesa de Sussex, estão entrando no negócio de investimentos. Eles estão se juntando à Ethic, uma gestora de ativos da fintech no espaço ambiental, social e de governança de rápido crescimento, como “parceiros de impacto” e investidores. A Ethic tem US$ 1,3 bilhão sob gestão e cria contas administradas separadamente para investir em temas de responsabilidade social.

O casal poderá atrair mais atenção para o investimento sustentável. Harry e Meghan podem fazer com que o ESG invista parte da cultura pop de uma forma que, digamos, Larry Fink do BlackRock não pode.

Do mundo de onde venho, você não fala em investimento, certo? Meghan disse ao DealBook em uma entrevista conjunta com Harry. Você não tem o luxo de investir. Parece tão sofisticado. Meu marido vem me dizendo há anos: ‘Puxa, você não gostaria que houvesse um lugar onde, se os seus valores foram alinhados como este, você pode colocar o seu dinheiro para esse mesmo tipo de coisa?’, Disse Meghan. Eles foram apresentados à Ética por amigos, disse ela.

Harry e Meghan disseram que esperavam que seu envolvimento ajudasse a democratizar os investimentos, tornando as pessoas – especialmente os mais jovens – mais deliberadas em suas escolhas e conscientes de investir em empresas sustentáveis.

Você já tem a geração mais jovem votando com seus dólares e libras, sabe, em todo o mundo quando se trata de marcas que selecionam e escolhem, disse Harry, sugerindo que era uma extensão natural fazer o mesmo com investimentos.

A Ethic foi fundada em 2015 e triplicou os ativos sob gestão no ano passado, disse Doug Scott, fundador da empresa, ao DealBook. A Ethic faz triagens em empresas e setores com base em critérios de responsabilidade social, incluindo justiça racial, clima e questões trabalhistas. Sua interface de usuário tem mais em comum com sites como Robinhood do que sites financeiros tradicionais, e desenvolveu uma nova plataforma, “Sustentabilidade para Todos”, que pontua o portfólio de uma pessoa em diferentes dimensões.

A mudança é a mais recente parceria corporativa do casal desde que se mudou para os EUA. Harry e Meghan se mudaram para Los Angeles no ano passado e mais tarde desistiram dos deveres oficiais da família real. Buscando independência financeira, eles assinaram acordos de produção com a Netflix e o Spotify . Harry também produziu recentemente uma série de documentários sobre saúde mental para a Apple TV+ em conexão com Oprah Winfrey e está escrevendo um livro de memórias.

Fonte: The New York Times 

Há uma famosa entrevista de TV de Harry, o Duque de Sussex, quando ele era um artilheiro de helicóptero Apache alguns anos atrás. Ele está sentado perto de um campo de aviação no Afeganistão, comentando sobre algumas notícias reais, quando há um estrondo e um grupo de soldados sobe atrás dele.

Em um movimento rápido, ele se levanta, arranca o microfone e corre em direção à ação.

Esse mesmo senso de urgência impulsiona Meghan, agora a Duquesa de Sussex, que há muito tempo é uma ativista humanitária e uma poderosa defensora das mulheres e meninas em todo o mundo. “Esse tipo de trabalho é o que alimenta minha alma”, escreveu ela em um artigo de 2016. Entrar em ação não é a escolha fácil para os jovens duque e duquesa que foram abençoados por nascimento e talento e queimados pela fama. Seria muito mais seguro desfrutar de sua fortuna e ficar em silêncio.

Isso não é o que Harry e Meghan fazem, ou quem eles são. Eles transformam a compaixão em mão na massa por meio de sua fundação Archewell. Eles dão voz aos que não têm voz por meio da produção de mídia. De mãos dadas com parceiros sem fins lucrativos, eles assumem riscos para ajudar comunidades carentes – oferecendo apoio de saúde mental para mulheres e meninas negras nos EUA e alimentando as pessoas afetadas por desastres naturais na Índia e no Caribe.

Em um mundo onde todos têm uma opinião sobre pessoas que não conhecem, o duque e a duquesa têm compaixão pelas pessoas que não conhecem. Eles não apenas opinam. Eles correm em direção à luta.

 

71428D11-E535-46F4-AD25-55FC336B221F.jpeg 53BB9A67-3614-4633-8595-85077B03AFF3.jpeg

 

Escrito por José Andrés, chef e fundador da World Central Kitchen, parceiro de Meghan e Harry para o TIME 100.

Traduzido por Meghan Markle Brasil