O domingo, 7 de março trouxe consigo um abalo para o mundo. O Duque e a Duquesa de Sussex foram entrevistados por Oprah Winfrey em um extenso programa de duas horas na emissora CBS. A entrevista foi carregada de sinceridade e revelações bombásticas.

Já no inicio da conversa, Oprah deixou bem claro que nenhuma das repostas foi combinada anteriormente e que Meghan e Harry não receberam nenhuma compensação financeira para ceder aquela entrevista. Apesar de cenas exclusivas terem sido gravadas na casa dos Sussexes em Montecito na California, o cenario do bate papo, também ocorreu na cidade californiana, mas na casa de um amigo do casal.

Como já sabíamos, o inicio da entrevista contou somente com Meghan e Oprah. A Duquesa contou sobre seu primeiro encontro com a Rainha Elizabeth II e que contou com a ajuda de Harry e de Sarah, Duquesa de York para fazer a cortesia de maneira correta para a Rainha. Meghan a todo momento teceu vários elogios a monarca e disse que seu relaciomento com a Rainha sempre foi o melhor possivel.

A Duquesa também conta que a realidade dentro de uma monarquia é totalmente diferente daquilo que pensamos e que ela não foi preparada pela insttuição em nenhum momento. O que se sabe ao longo de decadas é que as pessoas recém chegadas a firma, sempre recebem um treinamento para que tudo continue em seu rito perfeito. Mas com Markle isso não aconteceu. Provavelmente ela não recebeu este apoio pois tudo foi feito para que o casamento não acontecesse.

Falando no casamento real, Meghan revelou que ela e Harry se casaram três dias antes do casamento real mais assistindo de todos os tempos. Ela disse que ela e Harry pediram que o Arcebispo fosse até eles e os desse a benção. Com somente os três no jardim, eles tiveram seu momento de amor intimista.

Vocês podem assistir todo o casamento real legendado clicando AQUI.

Oprah segue a entrevista e toca em um assunto que assombrou a Duquesa por anos: Meghan ter feito Kate chorar. Seis meses após o casamento dos Sussexes, manchetes tomaram conta do Reino Unido, dizendo que Meghan havia feito sua cunhada, Kate Middleton, chorar devido a escolha dos vestidos das daminhas do casamento de MEGHAN. Foi neste momento que Meghan foi feita de vilã e Kate de mocinha. Meghan vilã por fazer escolhas em seu próprio casamento.

Winfrey perguntou a Markle se a história era verdadeira, e ela disse que não e que na verdade, a história foi toalmente o contrário:

Ela estava triste com algo na semana do casamento. Mas ela me mandou flores e a gente se resolveu. Ela (Kate) estava chateada com o vestido das meninas. Ela me fez chorar e machucou meus sentimentos. Não acho que seja justo entrar nos detalhes, porque ela pediu desculpas e eu perdoei.

Não tô compartilhando isso pra desprezarem a Kate, mas porque é preciso que saibam a verdade. Não precisa da polaridade, se você me ama, não precisa a odiar nem vice versa.

Precisamos abrir um parentese neste assunto. Obviamente ninguém é 100% tudo nesta vida. O grande problema apontado pelos fãs dos Sussexes ao longo dos anos é que Kate se beneficiou de toda essa narrativa e que em nenhum momento pudemos ver um aceno negativo dela ou do Palácio de que a história não era verdadeira, pelo contrário. As fontes do Palácio e os amigos proximos da Duquesa de Cambridge, sempre dizeram questão de ensosar a história, de que Meghan fez Kate chorar por discordância em prepataivos de seu proprio casamento.

Meghan disse que mesmo que tenha resolvido todo o assunto com Kate, ela ficou extremamente chateada pelo assunto ter sido vazado para a imprensa, mesmo após ter se passado meses e mesmo com todo seu esforço para preservar Kate. Markle disse que esperou que Middleton quisesse resolver a situação, mas que prefere acreditar que o Palácio a silenciou assim como aconteceu com ela. Para a Duquesa de Sussex, a mídia contribuiu muito para o assassinato de seu caráter, criando uma rivalidade inexistente com a Duquesa de Cambridge.

Em um momento chave da entrevista, Oprah Winfrey pergunta a Meghan se ela ficou em silêncio por conta própria ou foi silenciada e Markle diz que foi silenciada. A Duquesa disse que como ela sempre foi uma mulher independente e com voz, foi extremamente difícil para ela não se defender, mas que confiou que na palavra do Palácio, de que ela seria protegida. Segundo Meghan, seu maior arrependimento foi ter acreditado que eles a defenderiam e que quando ela percebeu que o Palácio defendia outros membros da família, por coisas mínimas, eles negavam defesa a ela e Harry pelas inverdades que eram ditas sobre eles.

Meghan Markle disse inúmeras vezes que os funcionários do Palacio diziam a ela que todos eles passaram por situações difíceis com a mídia, mas que ela acredita que mídia grosseira e mídia racista são coisas totalmente diferentes.

Meghan conta que os últimos 4 anos de sua vida não foram nada como pareceram. Ela disse que não podia sair. Que ela saiu duas vezes de casa, que se sentia solitária. A Duquesa enfrentou uma grande depressão durante sua gravidez. Markle se abriu com sinceridade sobre seus problemas de saúde mental. Ela contou que em dado momento pensou em tirar sua própria vida.

Ela contou com a ajuda de Harry, mas também procurou pela instituição para que ela conseguisse se internar em algum lugar, mas que o pedido foi negado pelo Palácio, mas que eles alegaram que não seria possível, pois seria ruim para a imagem da monarquia.

Então a entrevista focou em Archie, o filho mais velho de Meghan e Harry. Ela conta como foi enfrentar seus problemas de saúde mental e ainda por cima, saber que a monarquia não estava disposta a proteger seu filho.

M: Eles não queriam que o bebê fosse uma princesa/príncipe, disseram que não receberia segurança.
O: Era importante o Archie ser Príncipe?
M: Se isso significa ele ter segurança, com certeza. Mas eu não me importo com nada disso, eu peço pra me chamarem de Meghan. Quando o pai do Harry se tornar rei automaticamente o Archie se tornará príncipe. Não é direito deles (Staff do Palácio) tirar isso do Archie. Eles querem mudar a regra para o Archie, por que?

Meghan em dado momento disse que a instituição se preocupou com o quão escuro seria o tom de pele de Archie e que isso afetaria sim, a conceção de títulos a criança. Markle disse que Harry quem ouviu esse questionamento, que ela pessoalmente nunca foi questionada sobre isso, mas que foi um membro da família quem questionou seu marido sobre.

Markle não quis revelar quem foi extremante racista com um bebê que se quer havia nascido, e disse seria muito desastroso pra instituição dizer quem estava questionando o quão escuro Archie seria. Harry disse que jamais repetiria a pergunta em voz alta e nem revelaria quem fez o questionamento, mas que foi chocante o que ele ouviu.

Perguntada por Oprah se ela tinha medo das represálias do Palácio, Meghan foi enfática ao dizer que não, já que ela havia perdido muito ao decorrer do caminho.

Muito já foi perdido… Eu perdi meu pai, perdi um bebê, quase perdi meu nome. Eu não sei como eles poderiam esperar que depois de todo esse tempo nós permaneceríamos em silêncio, enquanto A Firma espalha falsas alegações contra nós.

O momento de leveza veio quando o assunto gravidez veio à tona. Harry e Meghan super animados anunciaram que estão à espera de uma menina e nascerá no verão do hemisfério norte: junho, julho ou agosto.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Meghan Markle Brasil (@marklecombra)

Logo após a entrevista, o fotografo e amigo de Meghan, Misan Harriman divulgou mais uma foto da família para marcar a revelação do sexo do bebê. Nesta nova foto, Archie se junta aos pais.

Quando o assunto foi a saída do casal dos cargos de realeza sênior, Harry revelou que em nenhum momento surpreendeu a Rainha, que haviam dois anos que ele vinha tentando com a instituição um modelo de trabalho que ele e Meghan conseguissem fugir de todo o assédio da mídia. Foi revelado que eles sugeriram morar em outros países da Commonwealth para continuar representando a Rainha, ao mesmo tempo que teriam uma vida mais sossegada. Os países sugeridos foram Nova Zelândia, Canadá, Austrália, África do Sul… todas as opções foram negadas pelo Palácio. Como já suspeitávamos, Harry revelou que se o casal tivesse obtido suporte e compreensão da instituição, eles não teriam deixado os deveres reais.

A segurança do casal sempre foi uma pauta de discursão em todos mundo e a monarquia retirou a segurança deles quando a família ainda estava no Canadá, sem aviso prévio. Harry foi avisado que os seguranças iam ser removidos e ele não sabia quanto mais a quarentena ia durar. Tyler Perry ofereceu a casa nos EUA e eles se mudaram.

Na questão de segurança, eu nunca achei que a perderia pois eu sempre fui um elemento da família, então foi um choque para mim – Harry sobre a perda da segurança.

A Meghan escreveu pra a Família Real pedindo pra não tirar a segurança do Harry, ela entendia que não tinha a segurança pra ela ou o Archie, mas que ela via as ameaças de morte, as questões raciais, mas não queria que Harry perdesse sua proteção. Harry disse que seu maior medo é ver a história se repetir, onde Meghan seria tão perseguida quanto sua mãe, a princesa Diana.

Harry disse que ainda está chateado com sua família, por eles nunca terem demostrado apoio público a Meghan, principalmente nas questões raciais e que isso seria ainda mais importante para a imagem da monarquia, visto que a Commonwealth é composta majoritariamente por pessoas pretas. A entrevista ainda cita o relacionamento quase inexistente de Harry com seu pai e irmão. Diretamente, Meghan fala com um tom de rancor dessas pessoas e sempre fala “família de Harry”. A Rainha, príncipe Philip, a Duquesa de York e a princesa Eugenie foram as únicas citadas com carinho por Meghan.

A entrevista obtebe seu saldo positivo. Ficou bastante claro para o mundo a importância do debate de saúde mental. O debate do racismo também é importante. Clicando AQUI você assistirá a entrevista completa e legendada. Caso não consiga abrir o player devido ao grande número de acessos, faça uma copia do arquivo em seu drive e faça o download, visto que a entrevista contém mais de 6GB de memória.

Em nosso podcast, Fora da Realeza, demos nossa opinião sincera sobre os assuntos debatidos na entrevista e demais noticias chaves.

Hoje o Meghan Markle Brasil completa 2 anos de existência.

Particularmente estamos mais felizes por toda nossa trajetória, todos os nossos projetos e por ter o apoio de vocês diariamente. Desde o início nossa equipe se propõe a trazer o melhor conteúdo, da maneira mais rápida e com as melhores fontes possíveis. Jamais seremos capazes de agradecer com intensidade o tamanho da nossa gratidão. Obrigada por engajarem, por se envolverem conosco.

Em forma de comemoração, lançamos nosso próprio podcast, onde todas as segundas-feiras iremos bater um papo sobre tudo que envolva Harry e Meghan. O “Fora da Realeza” é um programa exclusivo do Spotify e esperamos que vocês gostem. Não deixem de nos seguir no Spotify e no Instagram.

No primeiro episódio, conversamos sobre o 2020 de Harry e Meghan e das expectativas para a “revisão” imposta ao casal pela Família Real. Foi uma longa conversa onde enfim, demos nossa opinião envolvendo os Windsor.