Hoje o Meghan Markle Brasil completa 2 anos de existência.

Particularmente estamos mais felizes por toda nossa trajetória, todos os nossos projetos e por ter o apoio de vocês diariamente. Desde o início nossa equipe se propõe a trazer o melhor conteúdo, da maneira mais rápida e com as melhores fontes possíveis. Jamais seremos capazes de agradecer com intensidade o tamanho da nossa gratidão. Obrigada por engajarem, por se envolverem conosco.

Em forma de comemoração, lançamos nosso próprio podcast, onde todas as segundas-feiras iremos bater um papo sobre tudo que envolva Harry e Meghan. O “Fora da Realeza” é um programa exclusivo do Spotify e esperamos que vocês gostem. Não deixem de nos seguir no Spotify e no Instagram.

No primeiro episódio, conversamos sobre o 2020 de Harry e Meghan e das expectativas para a “revisão” imposta ao casal pela Família Real. Foi uma longa conversa onde enfim, demos nossa opinião envolvendo os Windsor.

 

Inspiração. Força. Confiança. Altivez.

Particularmente, costumo ver a aniversariante do dia como um exemplo de representatividade. Antes mesmo do encontro as cegas de Harry e Meghan, eu já acompanhava a Meghan. Naquela época, ela estrelava uma grande série de sucesso (pode entrar Suits) e como uma mulher negra em vários momentos me vi sendo representada por Rachel Zane.

Fora da personagem, Meghan naquele momento vinha galgando seu espaço dentro da indústria de entretenimento. A atriz foi dona de um blog de lifestyle de grande sucesso e mesmo antes de sua entrada na Família Real, Meghan Markle conseguia unir sua fanbase, que diga-se de passagem desde sempre é bem engajada, vem inspirados mulheres de cor a lutarem por uma vida melhor para ela e para todos a sua volta.

Hoje em seu papel de mãe e esposa, Meghan se sente uma mulher realizada, mas com toda certeza os últimos anos não foram fáceis. Meghan sentiu com uma força descomunal o poder do racismo. Ela se viu sendo julgada por cada passo que dava. Ela se viu sendo colocada no estereótipo de mulher negra raivosa e ardilosa que consegue tudo o que quer através do atrativo sexual. Meghan viu seu filho recém-nascido ser comparado a um chimpanzé.

Ela com toda certeza se abateu. Mas não deixou que isso interferisse em sua gana de mudar o mundo. Nos últimos meses vimos Meghan falar sobre assuntos relevantes e atuais. Pudemos ouvir Meghan falar abertamente sobre o racismo e de que como essa geração é importante para realmente mudanças sociais acontecerem no mundo.

O que quero dizer neste dia, especialmente para Meghan é: OBRIGADA!

Meghan, você foi capaz de unir pessoas distintas e sempre dispostas a apoiar causas importantes para você. Através de suas lutas, pessoas que te amam conseguiram arrecadar fundos para que 24 jovens mulheres africanas (até o momento) tenham seus estudos financiados. Não podemos esquecer de todas as instituições que foram apoiadas em momentos anteriores como na chegada do pequeno Archie, dias dos pais de Harry e o primeiro aniversário de Archie.

Tudo em prol da mulher que hoje completa 39 anos.

Da mulher que sempre deu muito orgulho a sua mãe. Da mulher que mudou sua vida por seu marido e agora o vê fazendo o mesmo por ela e sua pequena família. Aquela mesma mulher que me encantou no primeiro episodio de Suits como Rachel Zane. Da princesa moderna que incluiu todas as garotas negras em um mundo totalmente oposto ao nosso. Dessa mesma princesa que a realeza perdeu. Da mãe adorada de Archie.

Feliz vida Meghan! Obrigada por sempre nos dar motivos para seguir em frente e lutar.

Hoje é aniversário de Rachel Meghan, a Duquesa de Sussex.

Lá no dia 4 de Agosto de 1981, a terra se tornava mais iluminada pela “flor” de Doria.

Pra nós da equipe, ela é um exemplo. Em tempos de #ForcesForChange, nós escolhemos ela para representar essa hashtag. Meghan tem um coração doce e forte que domina os espaços onde ela entra. É perceptível que temos um duquesa do povo. Meghan e Harry formam uma equipe preparada e dedicada porque separadamente, eles entenderam qual é o seu propósito aqui e com a plataforma que eles tem, já fazem coisas maravilhosas e tenho certeza que conituaram fazendo.

Meghan sempre foi ativista, sempre amou pessoas, sempre teve causas que tocavam seu coração e ela simplesmente amplificou isso entrando para a Família Real Britânica. Ao contrário do que muitos achavam, Meghan não calou sua voz, ela só a potencializou e tem mais espaço para fazer outras pessoas serem ouvidas.

Meghan é sinônimo de força, desde criança demonstrava que se existe algo de errado acontecendo ao seu redor, ela vai ser a primeira a dar o passo que vai gerar a mudança. Meghan é sinônimo de elegância, beleza e resiliência. Meghan é sinônimo de aprendizagem e é sinônimo de amor.

É muito difícil colocar em palavras nossa admiração pela pessoa que Meghan é, mas esperamos que o amor volte na mesma intensidade – se não maior – do que ela oferece. Ela merece e muito!

Um feliz aniversário para a Sua Alteza Real, a Duquesa de Sussex. Que os 38 sejam mais gentis e amáveis com você que é tão gentil e amável.

Com amor, Meghan Markle Brasil.