No último dia de 2020, Meghan e Harry finalmente disponibilizaram conteúdo no site da Archewell, onde pudemos conhecer mais sobre projetos já lançados e novas parcerias.

Já na pagina inicial do site, o Duque e a Duquesa de Sussex homenagearam suas mães com um poema e fotos de ambos na infância ao lado de Doria Ragland e Diana, Princesa de Gales.

Uma carta para 2021

Eu sou filho da minha mãe.

E eu sou a mãe do nosso filho.

Juntos, trazemos a você a Archewell.

Acreditamos no melhor da humanidade.

Porque vimos o melhor da humanidade.

Temos experimentado compaixão e bondade,

De nossas mães e de estranhos.

Diante do medo, luta e dor,

Pode ser fácil perder isso de vista.

Juntos, podemos escolher coragem, cura e conexão.

Juntos, podemos escolher colocar a compaixão em ação.

Nós convidamos você a se juntar a nós.

Enquanto trabalhamos para construir um mundo melhor,

Um ato de compaixão de cada vez.

Harry & Meghan

Segundo os Sussexes:

A Archewell, por meio de seu trabalho sem fins lucrativos, bem como ativações criativas, impulsiona uma mudança cultural sistêmica em todas as comunidades.

Ainda dentro do site, pudemos conhecer em detalhes os braços da Archewell: Archewell Foundation, Archewell Audio e Archewell Productions.

Archewell Audio: Além de ser o nome do podcast exclusivo do Duque e da Duquesa de Sussex para o Spotify, a Archewell Audio é a recém-formada produtora de áudio fundada por Harry e Meghan, que produzirá uma programação que eleva e entretém o público em todo o mundo. Como já foi dito anteriormente, os Sussexes produzirão podcasts e programas que constroem uma comunidade por meio de experiências compartilhadas, narrativas poderosas e valores universais.

 

Archewell Productions: Produtora de vídeo que foi criada por Harry e Meghan para produzir programas através da plataforma de streaming Netflix que segundo o casal, servirá para informar, elevar e inspirar.

Archewell Foundation: Uma organização sem fins lucrativos voltada para o impacto, criada pelo Duque e a Duquesa de Sussex. Tem como principal objetivo elevar e unir comunidades, em todas as esferas possíveis.O grande proposito da Archewell Foundation é ouvir as pessoas e suas comunidades, para ajudar com ações reais aquelas pessoas e suas próximas gerações.

Quando todo esse conteúdo foi enfim disponibilizado, conhecemos mais quatro projetos da Archewell Foundation, além da parceria com a World Central Kitchen ser destacada mais uma vez. Abaixo, veja mais sobre os projetos anunciados pela Archewell Foundation.

Center for compassion and altruism research and education, Stanford medicine:

A Fundação Archewell apoia a missão do Centro de pesquisa e educação inovadoras em técnicas para desenvolver compaixão e promover o altruísmo dentro dos indivíduos e da sociedade. Além disso, o CCARE oferece programas de treinamento de compaixão e treinamento de professores, bem como eventos e programas públicos educacionais.

Center for Humane Technology:

O Center for Humane Technology é uma organização sem fins lucrativos focada na ética da tecnologia de consumo. O Centro advoga para os reguladores e empresas de tecnologia para evitar a mídia social características e incentivos de lucro que ele vê como contribuir para a dependência de internet, extremismo político, polarização política e desinformação.

Liderado pelo ex-especialista em design do Google, Tristan Harris, o Center for Humane Technology se dedica a mudar radicalmente a infraestrutura digital. A Archewell Foundation fez uma parceria ativa com Tristan e sua equipe para criar as condições para comunidades online mais seguras e compassivas.

The Loveland Foundation:

A Archewell Foundation apoia o trabalho da The Loveland Foundation, que é uma organização em crescimento que se concentra em fornecer recursos de saúde mental acessíveis e acessíveis para mulheres e meninas negras. Juntas, a Loveland Foundation e a Archewell Foundation continuarão seu alinhamento compartilhado de apoio às comunidades marginalizadas.

UCLA Center for Critical Internet Inquiry (c2i2):

A Archewell Foundation criou o Archewell Foundation Fund para o UCLA Center for Critical Internet Inquiry, sob a liderança compartilhada de aclamados pesquisadores, professores e autores Dr. Safiya Noble e Dra. Sarah T. Roberts. O Fundo apoiará os objetivos e a missão geral do C2i2: reinventar a tecnologia, defender a justiça racial e econômica no setor de tecnologia e fortalecer a democracia por meio da cultura e do trabalho de políticas públicas.

World Central Kitchen:

A Archewell Foundation e o Chef José Andrés, através da World Central Kitchen anunciaram recentemente uma parceria conjunta a serviço de famílias de cura e fortalecimento de comunidades locais em todo o mundo. Como âncora para a parceria, a Fundação Archewell fornecerá o compromisso financeiro para a World Central Kitchen construir quatro Centros de Ajuda Comunitária em regiões desproporcionalmente afetadas pela fome, começando nos países da Commonwealth de Dominica e Porto Rico. Esses centros funcionarão como cozinhas de serviço de emergência durante os momentos de alta necessidade ou desastre, e como centros de distribuição de alimentos, escolas, clínicas ou zonas seguras de reunião da comunidade durante os tempos de não desastre.

Houve também um upgrade no monograma do casal, que em janeiro de 2020 anunciou que deixariam de trabalhar para a realeza.

 

Não deixem de acessar diariamente o site da Archewell e acompanhar do trabalho de Harry e Meghan.

O Duque e a Duquesa de Sussex estão ajudando a financiar a criação de quatro novos centros de serviços humanitários. O casal escolheu um parceiro de alto perfil para o primeiro projeto filantrópico anunciado publicamente sua organização sem fins lucrativos, a Archewell.

Neste domingo Meghan e Harry anunciaram que a Archewell trabalhará com o chef espanhol José Andrés e com a organização sem fins lucrativos que alimenta pessoas em áreas afetadas por desastres em todo o mundo, World Central Kitchen, que foi fundada pelo chef Andrés.

Os Sussexes estão apoiando uma série de Centros de Ajuda Comunitária para a World Central Kitchen. As estruturas serão permanentes, construídas para atuar como cozinhas de serviço ativadas rapidamente durante emergências como desastres naturais, com capacidade de transição para centros comunitários, escolas e clínicas. A equipe vê a abordagem integrada como uma forma de promover sistemas alimentares locais mais resilientes.

O primeiro dos quatro centros está sendo construído na ilha caribenha de Domenica, que foi duramente atingida pelos furacões Maria e Irma em 2017. Sua inauguração está programada para o início de 2021. O segundo será em Porto Rico; os outros dois locais não foram anunciados. Em comunicado enviado para o site Bloomberg, Meghan e Harry disseram que:

A saúde de nossas comunidades depende de nossa capacidade de nos conectarmos com nossa humanidade compartilhada. Quando pensamos no Chef Andrés e sua incrível equipe na World Central Kitchen, somos lembrados de que, mesmo durante um ano de dificuldades inimagináveis, há tantas pessoas incríveis dispostas – e trabalhando incansavelmente – para apoiarem umas às outras. World Central Kitchen nos inspira por meio da compaixão em ação.

O casal não quis comentar sobre a quantidade de dinheiro doada para a construção dos centros. O custo de cada centro irá variar dependendo da localização, mas Nate Mook, CEO da World Central Kitchen , estimou que cada instalação exigiria um investimento inicial de pelo menos US $ 50.000 para começar a funcionar.

O casal confirmou que trabalhará com Andrés para trazer parceiros adicionais para construir mais Centros de Ajuda Comunitária em todo o mundo. Eles disseram que não têm planos imediatos para visitar os centros devido às restrições do coronavírus, mas planejam no futuro.

Em comunicado, Chef José Andrés também comentou sobre o assunto:

Estamos mais motivados do que nunca para continuar este trabalho vital e estamos orgulhosos de que ele estará de mãos dadas com a Fundação Archewell e o Duque e a Duquesa de Sussex. Eu passei a conhecê-los bem e acredito que seus valores estão diretamente alinhados com o que defendemos no World Central Kitchen.

O World Central Kitchen já distribuiu 50 milhões de refeições em 17 países desde seu início em 2010. Em 2018, Andrés foi nomeado para o Prêmio Nobel da Paz 2019.