Harry e Meghan continuam apoiando a empresa de malhas Make Give Live. O casal no dia 31 de dezembro de 2019 compartilhou uma foto de Harry e Archie, onde o bebê estava usando um gorro Make Give Live Cocobear no Canadá.

A Make Give Live é uma empresa social que conecta e nutre o bem-estar das pessoas em suas comunidades ao mesmo tempo em que confecciona malhas para os necessitados e crianças carentes.

O Duque e a Duquesa de Sussex enviaram uma carta solicitando a compra de 100 gorros de lã feitos à mão de Make Give Live para crianças necessitadas em nome de seu filho Archie. Na carta, o casal explicou que esperava que sua compra ajudasse a manter os grupos de tricô juntos como um lugar onde as pessoas podem conversar, se conectar e apoiar umas às outras.

Claire Conza, fundadora da empresa, contou um pouco sobre como tudo aconteceu para a empresa, desde que Archie usou um gorro da marca:

A publicidade nos permitiu aumentar nosso impacto de forma massiva e nossa mensagem alcançou todos os cantos do globo. Este ano, doamos mais de 3500 chapéus para pessoas necessitadas. A demanda pelos chapéus continuou ao longo do ano e as vendas criaram uma oportunidade para apoiar ainda mais a Kiwi durante um difícil 2020. Recentemente postei uma mensagem em uma rede social perguntando como poderíamos enviar um cartão para eles compartilhando o quão gratos somos a Harry e Meghan por iluminar o trabalho que fazemos. Este ano, doamos mais de 3.500 chapéus para pessoas necessitadas.

Jacinda Ardern, primeira-ministra da Nova Zelândia ao tomar conhecimento da situação, fez a ponte entre os Sussexes e a Make Give Live. Claire enviou um cartão de natal para a família Sussex e a resposta do Duque e da Duquesa chegou poucos dias antes do Natal, e segundo ela foi um “presente maravilhoso para a organização”.

Dizia que Jacinda Ardern avisou que estávamos tentando entrar em contato e que Archie continua usando nossos gorros, pois eles têm um de todos os tamanhos, contou Claire.

Como a Make Give Live opera como compre um modelo e outro será doado, isso permitirá ao grupo fazer 200 gorros extras para distribuir às famílias necessitadas no próximo inverno por meio de várias instituições de caridade que apoia.