A Duquesa de Sussex refletiu sobre como os últimos meses na América – incluindo a crise do COVID-19, o Black Lives Matter Movement e as eleições presidenciais de 2020 – estão afetando nossa cultura em geral.

Como convidada especial do Most Powerful Women Summit da Fortune, que começou hoje, Meghan falou com a editora da Fortune, Ellen McGirt, sobre como a sociedade pode trabalhar em conjunto para renovar o mundo digital, especialmente em meio a um momento tão tumultuado para o país. Nos últimos meses, Meghan e seu marido, o príncipe Harry, têm feito uma campanha consistentemente contra a disseminação de desinformação e discurso de ódio online com suas respectivas patronagens e durante outros eventos virtuais.

Parece tão fantasioso, mas esse é realmente o estado atual das coisas e está moldando a forma como interagimos uns com os outros on-line e off-line – e essa é a parte que é importante. Não é apenas uma experiência isolada. Isso transcende a forma como você interage com qualquer pessoa ao seu redor e, certamente, seu próprio relacionamento com você mesmo.

A duquesa continuou, compartilhando que ela vê o clima cultural atual, muito moldado pela pandemia de coronavírus em curso, como um momento híbrido que permite a sociedade desacelerar e “reiniciar”, bem como sentar e analisar as questões que atualmente afetam os americanos como um todo.

 “[Nós] todos estamos passando por uma reinicialização e todos nós estamos passando por um momento de ajuste de contas – e provavelmente uma reavaliação do que realmente importa. Para mim, tem sido incrível passar um tempo com meu marido e ver nosso filho crescer e é aí que a nossa atenção está. Além, é claro, de como podemos fazer parte da mudança de energia que tantas pessoas desejam agora e tudo o que podemos fazer para ajudar nesse âmbito.

Meghan reiterou a importância de trabalhar para moldar uma experiência online mais gentil e humana e expressou que sua fundação sem fins lucrativos com Harry, Archewell, trabalharia para defender esses mesmos valores.

Parte do nosso foco com a Fundação Archewell é apenas garantir que estamos ajudando a promover comunidades positivas saudáveis ​​- online e offline – para nosso bem-estar coletivo. Na verdade, inclui apenas não contribuir ou mesmo clicar em informações falsas. E quando você sabe que algo está errado, relate e fale sobre isso, garantindo que os fatos estão sendo divulgados. Acho que é algo claro e tangível que todos poderiam estar fazendo.”

Meghan concluiu sua aparição com uma citação da famosa artista Georgia O’Keeffe, aludindo à sua própria experiência pessoal como uma figura altamente notável existente na era da mídia social.

Eu costumava ter uma citação em meu quarto muito tempo atrás, e isso ressoa agora, talvez mais do que nunca quando você ouve o barulho cruel que pode estar no mundo, e é de Georgia O’Keeffe”. ‘Já decidi por mim mesma, então a bajulação e a crítica vão pelo mesmo ralo, e estou bastante livre’. No momento em que você for capaz de se libertar de todas essas outras opiniões do que você sabe ser verdade, é muito fácil viver com a verdade e com autenticidade, e é assim que escolho me mover pelo mundo.”

Matéria da Harper’s Bazaar traduzida e adaptada pela equipe MMBR.