No dia 28 de setembro, a Duquesa de Sussex e seu filho Archie foram flagrados no Aeroporto Internacional da Cidade do Cabo.

Mãe e filho partiram para Joanesburgo após 6 dias na capital da África do Sul, onde a família esteve comprometida com várias causas e compromissos. Já instalada na cidade, Meghan participou via Skype da visita do Príncipe Harry a Camfed no Malawi.

Em seu site a Camfed (Campanha para a Educação Feminina) se descreve como uma organização internacional sem fins lucrativos que combate a pobreza e a desigualdade, apoiando meninas a irem a escola e ter sucesso, capacitando jovens e as tornando líderes de mudança.

A Camfed atua no Zimbabue, Zambia, Gana, Tanzania e Malawi e apoia diretamente 3,3 milhoes de estudantes da escola primaria e secundaria e quase 5,7 milhoes de crianças em um ambiente de aprendizado aprimorado. O Modelo do CAMFED vê a educação de meninas como o ponto de partida para a mudança social. Isso mostra que a parceria com as comunidades para liberar o potencial de liderança de grupos de meninas e mulheres à margem da sociedade cria um efeito multiplicador como nenhum outro, oferecendo a única maneira sustentável e escalável de abordar os problemas do mundo com a urgência necessária.

O Duque de Sussex esteve na Nalikule College of Education que é uma instituição que oferece um diploma de ensino superior. Harry foi recepcionado por cerca de 40 jovens, juntamente com a CEO da Camfed, Angeline Murimirwa. Os jovens receberam o Duque cantando uma música que o deixou emocionado:

O Duque de Sussex está aqui e cantamos “YoYoYoYo! Zomwe achita a CAMA ee! Zomwe achita a CAMA zobhebha” – Isso significa: “O que o CAMA fez Eh! O que o CAMA fez é tão inspirador!

A Duquesa de Sussex se juntou ao marido via videochamada pela manhã. Ela foi recepcionada pelas alunas também com cantos.

As mulheres cantaram para Meghan:

‘Duquesa Wathu, Duquesa Wamayankho’, que significa Nossa Duquesa, Duquesa com as soluções.

No Instagram do Duque e da Duquesa:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Hello Malawi 🇲🇼, it’s South Africa 🇿🇦 calling! Another incredible day on #RoyalVisitAfrica as The Duke arrived in Malawi, with The Duchess joining him via Skype to speak to women and girls who went to school with the support of CAMA and @camfed. Afterwards, The Duke was able to meet President Peter Mutharika and thank him for the wonderful welcome in his country. Today, The Duchess of Sussex linked up with Nalikule College, Lilongwe, to join The Duke and an amazing group of women who attended school through the help @camfed and its 20-year-old alumni network CAMA. These CAMA women are part of a major network across Africa, which has 140,000 members and 17,500 in Malawi alone. These positive female role models, leaders and entrepreneurs, are working to lift their communities out of poverty. Money distributed by CAMA goes directly to each of their alumni, who then use their own resources to support another three children to attend school. Along with support from the @Queens_Commonwealth_Trust, CAMA and @camfed are changing the lives of many young girls though education and empowerment. As President and Vice President of the QCT, The Duke and Duchess both believe in the power of education to empower young girls, and change society as a whole. #RoyalVisitMalawi #RoyalVisitSouthAfrica Video©️SussexRoyal

Uma publicação compartilhada por The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) em

Olá Malawi, é a África do Sul ligando! Outro dia incrível na #RoyalVisitAfrica, quando o Duque chegou ao Malawi, com a Duquesa se juntando a ele via Skype para falar com mulheres e meninas que estudaram com o apoio da CAMA e @camfed.

Posteriormente, o Duque conheceu o presidente Peter Mutharika e agradeceu pela maravilhosa recepção em seu país.

Hoje, a Duquesa de Sussex se uniu ao Nalikule College, Lilongwe, para se juntar ao Duke e a um incrível grupo de mulheres que frequentaram a escola com a ajuda @camfed e sua rede de ex-alunos de 20 anos, CAMA.

Essas mulheres da CAMA fazem parte de uma grande rede em toda a África, que tem 140.000 membros e 17.500 apenas no Malawi. Esses modelos femininos positivos, líderes e empreendedores, estão trabalhando para tirar suas comunidades da pobreza. O dinheiro distribuído pela CAMA vai diretamente para cada um de seus ex-alunos, que então usam seus próprios recursos para apoiar outras três crianças a frequentar a escola.

Juntamente com o apoio do @Queens_Commonwealth_Trust, a CAMA e o @camfed estão mudando a vida de muitas meninas por meio da educação e do empoderamento. Como presidente e vice-presidente do QCT, o Duque e a Duquesa acreditam no poder da educação para capacitar as meninas e mudar a sociedade como um todo.

O CAMA, associado ao Queen’s Commonwealth Trust que tem o Duque e a Duquesa como presidente e vice-presidente respectivamente, é uma rede de ex-alunos de mais de 100.000 jovens que estão quebrando o ciclo e promovendo mudanças reais em suas comunidades, por meio do ativismo e da filantropia.

As mulheres presentes frequentaram a escola secundária com o apoio da CAMFED e, agora, em média, cada membro da CAMA apoia mais três crianças para ir à escola. O Duque esteve presente para celebrar a educação de garotas e destacar a CAMA. Esta provavelmente marca a última aparição da Duquesa antes da mesa redonda da The ACU que ela participará amanhã em Joanesburgo.

1172071317.png1172098311.png1172143837.png1172098323.png