Na manhã de hoje obtivemos detalhes da Royal Tour pela África que começará daqui duas semanas. Através de comunicado oficial e de uma postagem no instagram, o Duque e a Duquesa enfim revelaram os assuntos que eles abortarão na viagem.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Today, we are excited to be able to announce details for the Duke and Duchess of Sussex’s upcoming tour to Africa! 🇿🇦🇧🇼🇦🇴🇲🇼 • In just two weeks, Their Royal Highnesses will embark on this official tour focusing on community, grassroots leadership, women’s and girls’ rights, mental health, HIV/AIDS and the environment. This programme has been many months in the making, and The Duke and Duchess are eager to focus their energies on the great work being done in Southern Africa. From meeting with Archbishop Desmond Tutu to joining ‘Waves for Change’ on Monwabisi Beach, the South Africa programme will be educational and inspiring. The Duke is especially proud to continue the legacy left by his mother with her work in Angola as he joins Halo Trust again in an effort to rid the world of landmines. HRH will also travel to Malawi where he will check in on the British Army’s partnership with African Parks and will be working on the ground supporting local communities. The Duke is particularly proud to be able to deliver an exciting new initiative, a Queen’s Commonwealth Canopy three-country partnership which he designed and consulted with Governments in Namibia, Botswana and Angola to protect forest and wildlife corridors around the Okavango Delta. The Duchess will be working with local organisations to promote women and girls’ health and education, entrepreneurship and leadership. With such a textured culture and history, Their Royal Highnesses are grateful for the opportunity to connect with those on the ground in Southern Africa and to be inspired by the work being done and learn how they can be better supported. As President and Vice President of The Queens Commonwealth Trust and The Duke’s role as Commonwealth Youth Ambassador, The Duke and Duchess cannot wait to meet with young leaders mobilising change and adding to the beauty of these Commonwealth countries 🇿🇦🇧🇼🇦🇴🇲🇼 • “We look forward to seeing you soon!” • Photo ©️ PA images / Tim Graham – Getty Images / @Sentebale /@AfricanParksNetwork / @YouthAlert

Uma publicação compartilhada por The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) em

O foco do casal nessa turnê será a comunidade, liderança popular, direito das mulheres e das crianças, saúde mental, HIV/AIDS e meio ambiente. Eles revelaram que o cronograma está sendo feito há meses e que devido a influência do arcebispo Desmond Tutu, o foco dos assuntos será educacional e inspirador.

Os países visitados serão África do Sul, Malawi, Angola e Botswana. O casal levará o filho Archie na viagem e segundo fontes, eles estudam incluir o pequeno bebê em algum compromisso. A turnê pela África terá início no dia 23 de setembro e acabará dia 02 de outubro. Meghan ficará na África do Sul com Archie onde ela terá compromissos com Harry assim como compromissos solo. Harry seguirá sozinho por compromissos no Malawi, Angola e Botswana.

Nosso grande objetivo é trazer visibilidade ao trabalho feito por Meghan e Harry e assumimos o compromisso de nesta turnê cobrir todo o trabalho solo do Duque em nossas redes sociais, fazendo ao dela, uma postagem completa aqui no site com todas as informações desses compromissos. Na Angola, Harry se juntará a Halo Trust. Este trabalho foi feito anteriormente por sua mãe, Diana, Princesa de Gales.

A Halo Trust é uma organização sem fins lucrativos e especializadas na limpeza de escombros de guerras, tais como minas terrestres e armamentos que não explodiram, em zonas de guerra pós-conflito. Diana trabalhou em 1997 na Halo Trust e Harry esteve neste mesmo trabalho pela primeira vez em 2013.

Já no Malawi, o Duque em parceria com o Exército Britânico e com Parques Africanos trabalhará para dar apoio a comunidades locais. Será implantava uma nova iniciativa com parceria da Queen da Commonwealth Canopy com Botswana, Angola e Namíbia para proteger as florestas e animais selvagens ao redor do Delta do Okavango.

Meghan ficará fixa na África do Sul, onde colocará em práticas projetos que ela vem desenvolvendo ao longo de todo o planejamento dessa viagem. A Duquesa está trabalhando com organizações locais para desenvolver projetos que giram em torno de mulheres e meninas. Saúde, educação, empreendedorismo e liderança são os temas que Meghan abordará. Meghan também terá compromissos privados na Cidade do Cabo e Joanesburgo.

Meghan é patrona da Associação das Universidades da Commonwealth, a The ACU, e já temos a confirmação de que ela participará de uma mesa com membros da Universidade que será presidido por Joanna Newman.

Não podemos esquecer que Harry é embaixador da juventude na Commonwealth e que o casal são presidente e vice-presidente do The Queen’s Commonwealth Trust. A viagem servirá para aumentar a conscientização sobre as parcerias positivas com o Reino Unido, antes da Cúpula de Investimento entre África e Reino Unido no próximo ano, segundo um comunicado enviado para a imprensa. Meghan e Harry visitarão projetos que incentivam emprego, educação, saúde e outros mais.

O Duque e a Duquesa não terão uma chegada oficial, ou seja, não haverá uma cerimônia para receber a família no começo da turnê. O mesmo aconteceu na turnê de outono no ano passado. Tivemos fotos da chegada de Meghan e Harry, mas fotos feitas por paparazzi. O mesmo deverá acontecer este ano.

Enfim, conheçam então a programação do Duque e da Duquesa de Sussex na turnê pela África:

23 de Setembro – Segunda-feira

A turnê se inicia na Cidade do Cabo. Meghan e Harry assistirão em um distrito da cidade um workshop que ensina crianças sobre seus direitos, autoconsciência e segurança e que oferece aulas de autodefesa e treinamento de empoderamento feminino para meninas da comunidade. A tarde, eles visitarão o District Six Museum, onde conhecerão membros da comunidade que se estabeleceram naquele local devido ao Apartheid. O Duque e a Duquesa em seguida participarão de uma atividade de culinária comunitária com ex moradores do Distrito Seis no Homecoming Center.

23 de Setembro – Terça-feira

Na manhã seguinte o casal viajará para Monwabisi Beach onde conhecerão o trabalho da ONG Waves For Change que treina e apoia mentores de surf locais para fornecer serviços de saúde mental a jovens.

O Duque e a Duquesa visitarão o The Lunchbox Fund, uma das instituições que o casal indicou para as doações em prol do nascimento de Archie após o sucesso do global baby shower, organizado por fãs. The Lunchbox Fund apoia crianças em estado vulneravel de pobreza, oferecendo refeição para as crianças em idade escolar que provavelmente passariam fome sem essa ajuda.

Mais tarde Meghan e Harry conhecerão o Dr. Thomas Maes, líder do Programa Commonwealth Litter, programa lançado na London Commonwealth Summit em 2018, em apoio à Carta Azul da Commonwealth. O programa financia pesquisas e ações que combatem o desperdício de plástico em seis países da Commonwelth, trabalhando com o apoio do Departamento de Assuntos Ambientais da África do Sul para combater o desperdício doplastico e educar comunidades sobre o impacto dos microplástico nos oceanos. Harry então se juntará à Unidade Marinha da Cidade da Cidade do Cabo para viajar de barco para Seal Island para aprender sobre seu trabalho de combate à caça furtiva.

Ainda a tarde, Meghan e Harry irão a área de Bo Kaap para marcar o Heritage Day. Neste dia, os sul-africanos são incentivados a celebrar sua cultura e a diversidade de suas crenças e tradições, no contexto mais amplo de uma nação que pertence a todo o seu povo.

Em seguida eles visitarão a mesquita de Auwal, a mais antiga do país, onde se encontrarão com representantes de diferentes grupos religiosos para ouvir sobre a força do diálogo inter-religioso na Cidade do Cabo. Depois eles irão conhecer residentes locais para tomar um chá.

Historic Auwal Mosque (1798), Bo-Kaap, Cape Town, South Africa

Eles encerarão o dia na casa do Alto Comissário Britânico na África do Sul, onde conhecerão jovens líderes e formadores de opiniões, que discutirão sobre a natureza rica e diversificada entre a parceria do Reino Unido com a África.

25 de Setembro – Quarta-feira

No terceiro dia, o Duque e a Duquesa de Sussex se encontrarão com o arcebispo Desmond Tutu e com a Sra. Tutu em sua fundação. Depois desse encontro o casal separa sua agenda. Harry viajará para a Botswana e Meghan ficará na África do Sul com Archie, cumprindo seus compromissos solo.

Na tarde do mesmo dia, Meghan visitará a Woodstock Exchange para conhecer mulheres empresárias e investidores que trabalham com tecnologia. A Duquesa destacará os benefícios do trabalho em rede entre jovens aspirantes a empresárias de sucesso.

Já Harry começará sua visita de trabalho a Botswana viajando pela primeira vez à Reserva de Árvores da Floresta de Chobe, onde se juntará a crianças em idade escolar para plantar árvores e conscientizar sobre a fragilidade desses ecossistemas vitais.

Ele fará uma visita a um projeto local dirigido por sua instituição de caridade Sentebale, que se concentra na melhoria da saúde mental dos jovens afetados pelo HIV.

A partir daí, ele viajará para o Parque Nacional de Chobe, onde dedicará uma área de floresta do Queen’s Commonwelth Canopy, situado perto da fronteira da Namíbia, Zâmbia e Zimbábue, isso ajudará a conectar áreas do Queen’s Commonwelth Canopy através das fronteiras, para facilitar a passagem da vida selvagem, ampliando vitalmente o leque de seus habitats.

Naquele mesmo dia, ele partirá para Angola, onde se dirigirá para Dirico, no sudeste de Angola, onde passará a noite em um novo campo de mineração Halo Trust.

26 de Setembro – Quinta-feira

Meghan participará de um café da manhã privado com “Women In Public Service” no Alto Comissariado na Cidade do Cabo. As convidadas têm desempenhado um papel fundamental no desenvolvimento das instituições da África do Sul: no Parlamento, Governo, educação e saúde e continuam a defender os direitos e a educação das mulheres, bem como a igualdade de gênero.

27 de Setembro –Sexta-feira

O Duque de Sussex começará o dia em uma visita a um campo de desminagem em funcionamento fora de Dirico. Harry detonará remotamente uma mina e conhecerá membros da comunidade. Sua Alteza Real fará comentários sobre a importância de continuar a desminagem. Harry fará um discurso sobre a importância da desminagem, proveniente de seu trabalho com a Halo Trust. Neste dia ele anunciará um projeto exclusivo e inédito da Queen’s Commonwealth Canopy elaborado pelo próprio Duque. O projeto consiste na iniciativa de desminagem no Parque Nacional Luengue-Luiana na Angola.

Em seu primeiro compromisso oficial na Angola, o Duque viajará para Huambo. Fotografias da falecida princesa Diana visitando um local de desminagem e encontrando vítimas de minas tornaram-se imagens icônicas e poderosas em apoio à sua campanha para criar uma proibição global de minas – que foi concretizada na Convenção de Proibição de Minas Antipessoal no mesmo ano. Na chegada, Harry será recebido pela governadora de Huambo, Joana Lina, que também foi a anfitriã oficial da visita da Princesa Diana. Acompanhado pela governadora, o Duque visitará o local onde sua mãe foi fotografada.

Ele verá como uma área que era um campo minado perigoso em 1997 agora é uma rua movimentada com escolas, lojas e casas. Sua Alteza Real será acompanhada até o local por um membro da equipe da Halo Trust, Valdemar Gonçalves Fenandes, que fazia parte das equipes de desminagem que trabalham na área durante a visita da Princesa Diana. O Duque se reunirá com representantes das três organizações de desminagem que trabalham em Angola no âmbito do Programa Global de Ação contra Minas da UKAID.

Harry seguirá para o Centro Ortopédico Huambo, também visitado por sua mãe em 1997. Recentemente renovado, o objetivo é se tornar o centro de excelência em cuidados ortopédicos.

Sua Alteza Real será recebida pelo Ministro da Saúde, pelo Diretor do Centro Ortopédico e por um representante da BP, que doou equipamentos ao centro. O novo nome do centro, em homenagem à princesa Diana, será revelado por Sua Alteza Real, após ele visitará as instalações, em seguida fará um breve discurso.

À noite, o Duque de Sussex comparecerá a uma recepção na casa do embaixador britânico. Ele encontrará representantes de negócios e aprenderá sobre a transformação econômica e o cenário de negócios de Angola. Em seguida Harry viaja para Luanda.

Nenhum compromisso anunciado para Meghan.

28 de Setembro – Sábado

Na manhã de sábado, o Duque terá uma audiência com o Presidente Lourenço no Palácio Presidencial.

Ele visitará o Hospital Matenity Lucrécia Paim para ver o trabalho de um projeto liderado pela primeira-dama Ana Dias Lourenço, ‘Bom Free to Shine’, que se concentra na prevenção da transmissão do HIV / AIDS de mães para bebês.

Nenhum compromisso anunciado para Meghan.

29 de Setembro – Domingo

Harry viajará para o Malawi para a próxima etapa de sua turnê. Esta será a primeira visita oficial do Duque ao Malawi, embora ele tenha feito várias visitas privadas no passado e desfrute de estreitas relações de trabalho com parceiros no local. O Duque chegará a Lilongwe no domingo, naquela tarde, ele visitará a Nalikule College of Education e interagirá com uma rede de jovens mulheres que são apoiadas para frequentar e concluir o ensino médio com a ajuda das bolsas do UKAid por meio da Campaign for Female Education.

À noite, Sua Alteza Real comparecerá a uma recepção organizada pelo Alto Comissário Britânico. A recepção destacará vínculos comuns e fortalecerá a parceria moderna e significativa entre o Reino Unido e o Malawi.

Nenhum compromisso anunciado para Meghan.

30 de Setembro – Segunda-feira

Neste dia, Harry voará para o Parque Nacional Liwonde.

Lá, o Duque prestará homenagem no memorial ao guarda Mathew Talbot, da Coldstream Guards, que perdeu a vida em maio de 2019 em uma patrulha conjunta contra a caça furtiva com guardas florestais locais.

O guarda Talbot compartilhou a paixão do Duque pelo papel nas forças armadas britânicas, trabalhando em parceria com guardas florestais locais para proteger espécies ameaçadas de extinção. O Duque seguirá para a sede do parque nacional de Liwonde para receber um resumo das operações.

Sua Alteza Real testemunhará um exercício de demonstração de combate à caça furtiva, realizado em conjunto por guardas florestais locais e militares do Reino Unido, implantados na Operação CORDED. Harry também visitará o Parque Nacional Liwonde.

Nenhum compromisso anunciado para Meghan.

01 de Outubro – Terça-feira

O Duque visitará para o Centro de Saúde Mauwa, Farmácia em uma caixa e Programa de extensão para a saúde reprodutiva dos jovens. Harry em seguida segue para a África do Sul.

Meghan participará de uma mesa redonda com a Associação das Universidades da Commonwealth, em Joanesburgo.

A Duquesa se reunirá com acadêmicos e estudantes para discutir os desafios enfrentados pelas jovens no acesso ao ensino superior. Sua Alteza Real visitará uma escola para aprender sobre o trabalho de uma instituição de caridade local que recebe financiamento da UK Aid pelo seu trabalho para aumentar a conscientização e combater os problemas de violência sexual nas escolas. Harry chega a noite e a agenda deles voltam a se unir.

02 de Outubro – Quarta-feira

O Duque e a Duquesa visitarão um município perto de Joanesburgo, onde se encontrarão com jovens empreendedores locais inspiradores e visualizarão iniciativas de habilidades para enfrentar o crescente desafio do desemprego enfrentado pelos jovens na África do Sul. Mais tarde naquele dia, eles se encontrarão com Graça Machel, viúva do ex-presidente Mandela.

Meghan e Harry participarão juntos de uma recepção para comemorar o importante relacionamento comercial e de investimentos da África do Sul e do Reino Unido. Eles se encontrarão com representantes das comunidades empresariais britânica e sul-africana, com foco especial nos empresários e nas indústrias criativas. Para encerrar a turnê, Suas Altezas Reais comparecerão a uma audiência com o Presidente Cyril Ramaphosa e sua esposa, Dr. Tshepo Motsepe.

Naquela noite a família voltará para Londres. Esperamos algum compromisso solo da Meghan nos dias que ela tem livre e por consequência, alguma aparição do Archie.