No ultimo mês muito se falou sobre as pessoas que integram o Team Sussex. Como já é de conhecimento de todos, em março foi anunciado que a Rainha e o Príncipe Charles concordaram com a criação de um escritório próprio para Meghan e Harry, que antes, dividiam espaço e funcionários com o Duque e a Duquesa de Cambridge. O novo escritório do casal está baseado no Palácio de Buckingham. A mudança provavelmente nos últimos duas visto que ontem (03) pela primeira vez um compromisso do príncipe Harry entrou na circular da corte como Palácio de Buckingham.

Neste ultimo domingo (01), foi anunciada oficialmente a data de inicio da turnê pela África da família. Dia 23 de setembro será o inicio da turnê pela Africa da pequena família.

Em uma nota pessoal, mal posso esperar para apresentar minha esposa e filho à África do Sul! Vejo vocês em breve. – O Duque de Sussex.

Os três estarão juntos na África do Sul, enquanto Harry segue sozinho para Malawi, Angola e Bostwana, onde desenvolverá projetos direcionados a preservação do meio ambiente, causa destacada pelo casal neste mês de setembro.

Com a proximidade do inicio da turnê real, onde o casal mais uma vez embarcarão em uma viagem de suma importância, decidimos apresentar a vocês a equipe que auxilia o Duque e a Duquesa em todas as questões que envolvem trabalho. O pilar da equipe dos Sussexes é composto por mulheres, sendo a primeira equipe de working royals liderada por mulheres. Mulheres estas com bastante prestigio profissional.

 

SARA LATHAM

 

Logo que foi anunciado a criação de um novo escritório, o correspondente real Omid Scobie revelou que Sara Latham seria a partir daquele dia a Chefe de comunicações dos Sussexes e Sara se reporta a secretária de comunicações da Rainha.

Um dos grandes trabalhos da carreira de Sara se deve ao momento que ela trabalhou na campanha da candidata democrata a presidência dos EUA, Hillary Clinton em 2016. Latham também trabalhou como chefe de gabinete de John Podesta, presidente da campanha de Clinton. Sabe-se que o Sara foi de grande importância na seleção de candidados para o companheiro de chapa de Hillary.

Engana-se quem acha que Sara entrou na politica através de Hillary Clinton. Sara Latham em 1996 foi recrutada para ajudar na campanha de reeileção de Bill Clinton e ajudou Podesta a organizar entrevistas secretas para os possíveis membros do gabinete do presidente Obama em 2008. Sara esteve também na equipe de transição do POTUS quando Obama foi eleito presidente da republica dos EUA.

Latham é americana como Meghan e tem uma dupla cidadania nos EUA e no Reino Unido, de acordo com sua página no linkedin. Considerando sua experiência de décadas em assessorar políticos, ela é “uma das poucas americanas que serviu como nomeada política nos governos dos EUA e do Reino Unido”, de acordo com sua biografia no Milken Institute.

Assim como Meghan, Sara é americana. Mas ai contrário da Duquesa, Sara possui cidadania britânica, o que facilitou sua inserção ao mercado de trabalho inglês.

Após encerrar seu trabalho na Casa Branca, Latham começou a trabalhar como consultora de assuntos governamentais na Microsoft Europe no Reino Unido. De 2005 a 2006, foi assessora especial de Tessa Jowell, secretária de Estado da Grã-Bretanha, Cultura, Mídia e Esporte durante o mandato de Tony Blair como Primeiro Ministro.

Recentemente ela se tornou sócia-gerente da Freuds, uma empresa de comunicação e relações públicas e sua nomeação foi anunciada em agosto de 2018.

 

NATALIE CAMPBELL

O primeiro contato que Meghan e Harry tiveram com Natalie foi através da The Royal Foundation. Campbell foi diretora de insight e inovação na Royal Foundation por dezoito meses e após a separação da fundação ela seguiu com o casal para a Sussex Royal Foundation. Ela assumiu o cargo na nova fundação ainda não definido.Natalie esteve ao lado da Duquesa durante o projeto de livro Together: Our Community Cookbook.

Com um currículo impressionate Natalie é co-fundadora da empresa A Very Good Company (AVGC) que é uma agencia global de inovação social, que tem um trabalho bem sucedido ao lado de marcas como Virgin Media, Marks e Spencer e Channel 4.

Campbell também é diretora não executiva da Nominet Trust, onde ela supervisiona o uso de mais de US$ 1 bilhão (financiamento público) por meio das suas funções exercidas no conselho do Big Lottery Fund, UnLtd e no conselho de estratégia econômica do prefeito de Londres.

Natalie Campbell é uma empresária premiada e autora da HarperCollins. Ela ganhou o prêmio ‘Community Spirit’ no ‘Women of the Future Awards’ em 2016 e foi reconhecida nas listas Management Today 35 Women Under 35 e City AM Power 100 Women. Natalie também lançou o livro “The Badass Principle – a workout for the mind and soul”.

 

KAREN BLACKETT

Karen Blackett foi nomeada no último mês de agosto como uma das diretoras da Sussex Royal Foundation. No presente momento, além de seu trabalho na fundação dos Sussexes, Blackett é presidente da MediaComUke gerente nacional empresa de marketing e comunição WPP.

Após a universidade, Blackett se candidatou a um emprego como auditor de mídia na CIA MediaNetwork, mas não conseguiu a vaga. Em 1995, ela continuou sua carreira ingressando na Zenith Media como planejadora sênior de comunicações e compradora, trabalhando na prestigiada conta da BT.

Já em outubro de 1999, Karen foi promovido a diretor geral da recém-incorporada MediaCom e The Media Business Group Board

Em janeiro de 2003, Blackett mudou de sua função de Diretora de Negócios para se tornar Diretora de Marketing da MediaCom e, em 2008, se tornou Diretora de Operações da MediaCom para EMEA. Karen foi promovido a CEO do escritório do Reino Unido em janeiro de 2011.

Já em 2015, Blackett foi promovido a presidente da MediaCom UK e, em 2016, nomeado presidente de toda a empresa.

Super requisitada Karen se tornou chanceler da Universidade de Portsmouth em outubro de 2017, mesma universidade que ela frequentou e se formou em 1992 em Geografia.

Em 2003 e 2005, ela foi votada pela Management Today como uma das 35 mulheres mais poderosas com menos de 35 anos no Reino Unido. Ela também esteve na lista das 100 mulheres negras mais influentes do Reino Unido cinco vezes e recebeu da Rainha a The Most Excellent Order of the British Empire em 2014 por seus serviços prestados a mídia e comunicação.

Karen Blackett também se tornou a primeira empresária a liderar a Black Powerlist em 2015. Ela estava na Lista de Poderes da Hora da Mulher da Rádio 4 de 2015, entre os dez principais influenciadores.

 

FIONA MCILWHAM

Fiona é uma diplomata de carreira que assumiu recentemente o cargo de secretária particular do Duque e da Duquesa de Sussex. Em 1998, Fiona se tornou embaixadora do Reino Unido em Tirana. Além do inglês, Mcilwham fala albanês e francês.

Também em 1988, Fiona trabalhou na cúpula do G8. Ela foi enviada para a Bósnia e Herzegovina em 2000 e liderou o escritório da Embaixada Britânica em Banja Luka em 2003. Em 2005 ela lideriu o Grupo de Política Econômica e Social Europeia do FCO durante a presidência da UE no Reino Unido. Já em 2009, Fiona se tornou embaixadora da Albânia, sendo a mais jovem nomeada para o cargo com seus 35 anos de idade. Seu ultimo trabalho foi como diretora de Balcãs Ocidentais e Ampliação no Ministério de Relações Exteriores e da Commonwealth do Reino Unido.

Este cargo ainda está ocupado por Samantha Cohen, que deve sair após a turnê pela África.

 

SAMANTHA COHEN

Samantha Cohen por muitos anos foi uma das secretarias assistentes da Rainha, aliás, Samantha é descrita como a secretaria assistente que a Rainha mais confiava. Devido a uma mudança de país vinda do emprego de seu marido, Cohen se demitiu do cargo de secretaria assistente da Rainha.

Após conversas, Samantha concordou em trabalhar por seis meses com a Duquesa de Sussex a pedido da Rainha Elizabeth II. Sabe-se que Samantha foi de suma importância para a adaptação de Meghan aos deveres reais. Os seis meses iniciais logo se transformaram em um ano e correspondentes reais associam isso a amizade que Cohen desenvolveu com a Duquesa. Com a chegada de Fiona, espera-se que Samantha permaceça no cargo somente até o fim da turnê pela África.

 

HEATHER WONG

Heather atua como secretária particular assistente do Duque de Sussex, onde se concentra na construção de iniciativas estratégicas do em áreas que incluem conservação e turismo sustentável, saúde mental, esporte para desenvolvimento social, HIV/AIDS e envolvimento dos jovens na Comunidade. Heather trabalha garantindo o máximo impacto potencial do trabalho de Harry nessas áreas.

Anteriormente ela ocupou cargos como secretária assistente interino e vice-secretária assistente de assuntos públicos no Departamento de Segurança Interna dos EUA no governo Obama. Ela também atuou como diretora de comunicações do Super PAC nextgen Climate. Ela também como diretora associada da Milltown Partners, uma agência de consultoria com sede em Londres.

 

DAVID WATKINS

Contratado em julho, David Watkins se tornou líder de comunicação digital do Duque e da Duquesa de Sussex. Em abril o casal lançou sua conta oficial no Instagram e mesmo com pouco tempo, perceberam que precisariam de um profissional competente para a gestão na plataforma. David se formou em Artes, economia e políticas na University College Dublin.

Aos 26 anos, Watkins se descreve em seu LinkedIn como “fanático por marketing, esportes e viagens com experiências dentro e fora desses campos, jogador de hóquei internacional, Ironman e quatro vezes finalizador de maratona com paixão e conhecimento desses setores”.

David tem incríveis habilidades em vídeo e fotografias. Antes desse juntar ao Team Sussex, ele foi coordenador de mídia social global da Burberry.

Ele tem uma carreira dentro da comunicação bastante respeitável. David já trabalhou como assistentes de registros e processador de ações corporativas, estagiário de recuperação e reorganização, gestor de projetos, designer gráfico, executivo de desenvolvimento de negócios, assistente global de mídia social e coordenador global de mídias sociais.

 

GERRARD TYRELL

Gerrard Tyrrell é reconhecido como um advogado de destaque no campo de litígios, com referência especial ao trabalho que ele realiza nos campos de proteção de informações, privacidade e difamação. Ele também é o sócio sênior da empresa Harbottle. Ele atua em muitos nomes familiares, tanto no Reino Unido quanto no mundo todo.

Gerrard foi o advogado responsável pelo processo que o Duque de Sussex moveu contra uma agência de paparazzi que fizeram fotos ilegalmente do interior de sua casa com Meghan. Ele está lista como secretário da Sussex Royal Foundation.

 

STEFAN ALLESCH-TAYLOR

Stefan Paul Allesch-Taylor é um empresário, filantropo, radialista e educador britânico. Ele foi nomeado Comandante da Ordem do Império Britânico (CBE) no ano novo de 2014 e foi nomeado como o primeiro professor de Prática de Empreendedorismo pelo King’s College London em dezembro de 2016.

Allesch-Taylor foi nomeada como uma das pessoas mais influentes de Londres na seção ‘Pilares Sociais: Caridade e Filantropia’ de 2017 e 2018 da lista Progress 1000 do London Evening Standard.

Allesch-Taylor considera a filantropia a chave para bons negócios: “As empresas precisam olhar para serem mais impactantes socialmente e se envolverem mais com sua base de consumidores”.  Ele é co-fundador e presidente da Afri-CAN Children’s Charity, operando no Malawi e na África do Sul, que ele estabeleceu em 2010 com uma doação de US$1 milhão. A Caridade Infantil Afri-CAN fornece educação e nutrição a mais de 3.000 crianças vulneráveis ​​nos municípios da Cidade do Cabo .

Allesch-Taylor é presidente da organização beneficente britânica Pump Aid. Pump Aid ganhou o International Aid and Development Award no UK Charity Awards 2017 por sua abordagem inovadora de pequenas empresas para aliviar a pobreza da água no Malawi. Ele também é vice-presidente do Comitê Central de Dormentes do centro de Londres, fornecendo apoio aos sem-teto de Londres.

Ele está listado como COO (Executivo Chefe de Operações) da Sussex Royal Foundation.

 

STEVEN COOPER

Steven Cooper, CEO do mais antigo banco privado do Reino Unido, C Hoare & Co. Steven tem 32 anos de experiência bancária, mais recentemente como diretor executivo da Barclaycard Business, onde gerenciou a divisão de pagamentos da Barclaycard globalmente. Antes disso, ele foi CEO de serviços bancários pessoais no Barclays para o Reino Unido e Europa e antes disso, CEO Business Banking. Durante o tempo em que ocupou esses cargos, ganhou experiência com o cenário em rápida mudança do banco de consumidor com tecnologia e dados digitais. Ele ingressou na C. Hoare & Co. como CEO em 2019.

Steven faz parte de vários conselhos consultivos, inclusive como comissário da comissão de mobilidade social. Ele é NED na Robert Walters PLC e no FSCS e é um aluno da Harvard Business School. Ele também viveu e trabalhou na África e na Índia.

Nos fins de semana, ele gosta de passar tempo com sua esposa e quatro filhos e participa de triatlos e eventos de corrida de aventura.

Cooper está listado como CEO (Diretor Executivo) da Sussex Royal Foundation.

Acredita-se que a Duquesa tenha uma secretária particular privada, desde que uma mulher foi vista acompanhando Meghan em sua primeira visita a Wimbledon este ano. Não se tem confirmação de a informação é verídica, sendo assim, não se sabe o nome da mulher.

Estes são os profissionais que até o momento fazem parte do Team Sussex. Sem dúvidas outros serão adicionados, tanto na equipe pessoal do casal, como na lista de colaboradores da Sussex Royal Foundation.